Centros recebem 172 computadores e notebooks para reforço de atividade remota de graduação

Centros recebem 172 computadores e notebooks para reforço de atividade remota de graduação

O valor total dos investimentos é de R$ 1,26 milhão. São recursos oriundos da Assembleia Legislativa da Paraná e Fundo Paraná.

Diretores dos nove Centros de Ensino da UEL receberam nesta sexta-feira (26) 172 computadores e notebooks que servirão aos Colegiados dos 53 cursos de graduação como reforço para o atendimento dos estudantes neste momento de atividades remotas, em virtude da pandemia do novo Coronavírus. Os equipamentos foram distribuídos nesta manhã, na entrada da Pró-reitoria de Graduação (Prograd). O investimento total foi de R$ 1,26 milhão, recurso proveniente da Assembleia Legislativa da Paraná (Alep) e Fundo Paraná.

O reitor da UEL, Sérgio Carvalho, lembrou que o investimento foi conseguido há cerca de nove meses, no início da pandemia, quando a administração buscava alternativas para a inclusão digital de 100% dos alunos. Na época a Universidade conseguiu reunir equipamentos como tablets, celulares e chips que foram distribuídos ao longo do ano passado aos estudantes, em sistema de comodato.

Ao todo os Centros de Estudos receberam 106 computadores e 66 notebooks. Entrega foi oficializada junto aos diretores de centros nesta sexta-feira (26) pela Administração da Universidade.

Na ocasião UEL reuniu as doações de equipamentos cedidos pela Receita Federal, de servidores da instituição e do Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (SICOOB/Londrina). Na época a ALEP aprovou um repasse de cerca de R$ 260 mil para a UEL. O Fundo Paraná destinou outro R$ 1 milhão para a inclusão digital dos estudantes de graduação. De acordo com o reitor, estes esforços permitiram atender a 100% da demanda de inclusão digital dos alunos. “Entendemos que conseguimos garantir uma condição melhor para todos neste momento de atividades remotas”, definiu Sérgio Carvalho.

A Pró-reitora de Graduação da UEL, professora Marta Favaro, explicou que a divisão dos equipamentos obedeceu ao quantitativo de cursos. Todos os nove Centros de Estudos foram contemplados. De acordo com a Pró-reitora, as Coordenações de Colegiados, juntamente com os diretores é que indicaram a destinação e utilização dos equipamentos, de acordo com a demanda emergencial. “De qualquer forma é um alento, um incentivo neste momento em que ainda precisamos manter o ensino remoto”. Ao todo os Centros receberam 106 computadores e 66 notebooks.

Repercussão – O diretor do Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA), professor Gilmar Altran, precisou de uma caminhonete para transportar os 20 computadores e 12 laptops. Ele classificou o repasse dos equipamentos como um avanço acadêmico para os estudantes dos 10 cursos existentes no Ceca. O diretor adiantou que os novos equipamentos vão complementar o atendimento das necessidades de suporte para atividades remotas.

Já o diretor do Centro de Tecnologia e Urbanismo (CTU), Aron Petruci, explicou que o lote recebido será dividido entre os três cursos do Centro. Os notebooks e computadores vão para o pool do CTU que serve aos estudantes em atividades remotas. Ele explicou que as máquinas são cedidas em comodato para os acadêmicos neste momento de pandemia, quando as atividades de graduação são feitas de maneira remota. “Entendemos que professores e estudantes conseguiram se adaptar bem. Para isso precisamos atender às necessidades de Internet e equipamento”, definiu o diretor do CTU.

Divulgação do vestibular da UEL - 2021
Leia também