Residentes vencem competição em Congresso de Patologia Veterinária

Residentes vencem competição em Congresso de Patologia Veterinária

Jovens residentes da área de Medicina Veterinária atuam no Laboratório de Patologia Animal da UEL.

Profissionais da Residência em Medicina Veterinária da UEL, do Centro de Ciências Agrárias (CCA), foram premiados no 6º Congresso Brasileiro de Patologia Veterinária (CBPV), realizado de 26 a 31 de julho, em formato remoto. São Érika Fernandes Lopes Maturana e Felipe Martins Negreiros Navolar são residentes da área de Patologia Animal, sob orientação da professora Giovana Wingeter Di Santis, do Departamento de Medicina Veterinária Preventiva.

Érica Maturana foi a melhor colocada no Fórum de Lâminas, que analisa imagens capturadas em microscópio. Por meio da pesquisa “Colangiohepatite por Platynosomum sp. em um gato”, realizada no Laboratório de Patologia Animal, do CCA, ela apresentou um parasito no fígado do animal. O trabalho foi escolhido como o caso mais interessante e de melhor qualidade das lâminas e, com isso, a residente foi convidada para fazer apresentação no Congresso.

“Foi muito importante representar a UEL e levar o nosso Laboratório em nível nacional e internacional. Ganhar o prêmio é gratificante, como reconhecimento do nosso trabalho e esforço da nossa residência”, afirma.

Érika Fernandes Lopes Maturana e Felipe Martins Negreiros Navolar são residentes da área de Patologia Animal (FOTO: Divulgação).

Gincana de diagnóstico

Felipe Navolar conquistou a primeira colocação na Gincana Nacional, competição de diagnóstico de imagens de microscopia e citologia realizada durante a programação do Congresso. O residente foi destaque no acerto e na velocidade das respostas, critérios de pontuação dados pelos aplicativo Kahoott!.

A competição contou com 40 participantes da pós-graduação, entre estudantes mestrado, doutorado e residência, todos de diversas partes do país, divididos em dois grupos. E os três melhores de cada uma passaram para a final.

Felipe lembra que este é o segundo ano que a Universidade ganha uma competição como esta. Em 2020, a Associação Brasileira de Patologia Veterinária (ABPV) organizou uma formação continuada que seguia modelo mais longo de gincana, com duração de quatro meses. A residente Ariel de Aguiar foi a grande vencedora, quando competiu com outros 16 residentes de diversas universidades do país, em oitos rodadas de perguntas – Confira matéria.

Também participaram da Gincana deste ano outros três residentes do programa, Rafael Vince Rodrigues, Gisele Amorim de Lemos e Érika Maturana. A jovem ficou na quinta posição na fase final. Além disso, eles apresentaram trabalhos e relatos de caso sobre os estudos realizados na UEL.

Como premiação, os estudantes receberão exemplares de livros utilizados para as pesquisas em Patologia Animal. Érica será premiada com uma coletânea do livro “Jubb, Kennedy & Palmer’s Pathology of Domestic Animals” e Felipe com um exemplar do “Manual de Autopsia de Animais Domésticos e Silvestres”.  

Residência em Patologia Animal

Para a professora Giovana Wingeter Di Santis, as conquistas são reflexos da atuação da equipe do Laboratório de Patologia Animal, que trabalha com diversos tipos de animais, desde pets até silvestres. Os residentes fazem técnicas de diagnósticos, principalmente de três tipos: exames de autopsia, microscopia, que varia em citopatologia e histopatológico, e inclusive imuno-histoquímica – mais aplicado em pesquisas.

Giovana acredita que o destaque nas competições é devido à variedade de pessoas e ao envolvimento na rotina de trabalho, em que todos os resultados de exames tem checagem de qualidade. “O grupo é diversificado, com experiências variadas. É o time. Esse é o ponto forte. A diversidade que a gente tem”, afirma.

A equipe da Residência em Patologia Animal da UEL é formada atualmente pela professora Ana Paula Bracarense, coordenadora geral da área e orientadora da residente Gisele Lemos; Selwyn Arlington Headley, orientador do Rafael Vince; Giovana Di Santis orientadora de Felipe Navolar e Érika Maturana; e ainda pela professora, Tatiane Cargnin Faccin, e técnica de nível superior, médica veterinária do Laboratório, Claudia Boselli Grotti.

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também