UEL conquista 1ª colocação entre estaduais do PR, segundo ranking de países emergentes

UEL conquista 1ª colocação entre estaduais do PR, segundo ranking de países emergentes

Os critérios utilizados pelo ranking são ensino, pesquisa, citações, perspectiva internacional e Inovação industrial.

Willian C. Fusaro

Agência UEL


A UEL foi a universidade estadual paranaense mais bem posicionada no ranking Times High Education (THE) 2021, na categoria Emerging Economies (Economias Emergentes, em inglês). O ranking da THE, divulgado na última semana, é um dos mais relevantes para aferir a performance de instituições globais, no que diz respeito aos níveis de ensino, pesquisa, citações e integração internacional, entre outros critérios.

No ranking global de países emergentes da Times High Education, a UEL figura entre as 400 e 500 universidades de todo o mundo. Entre as universidades de todo o Brasil, fica em 23º lugar; já entre as do Paraná, fica com a 2ª colocação, atrás da PUC/PR. Os critérios utilizados pelo ranking são ensino, pesquisa, citações, perspectiva internacional e Inovação Industrial (transferência de conhecimento da universidade à sociedade).

No ranking global da THE, figuram, no topo, cinco universidades chinesas, precedidas de universidades da Rússia, África do Sul e Taiwan, entre outras. A Universidade de São Paulo (USP) é a instituição brasileira mais bem posicionada no ranking geral, em 19º lugar no índice geral.

(Divulgação)

Produção ininterrupta

Segundo a responsável pela Diretoria de Avaliação e Informação Institucional da Pró-reitoria de Planejamento (PROPLAN), professora Elisa Tanaka, o resultado do ranking demonstra que, ainda que em um momento delicado de pandemia, a UEL não parou de contribuir com a criação e disseminação de conhecimento. “Entre todos os critérios, inclusive, a UIniversidade se destacou mais na Inovação Industrial, que é a transferência de conhecimento”, ponderou. “Houve muita cobrança para que as aulas retomassem nesse período, no entanto, os pesquisadores de modo geral não pararam desde o início da pandemia”, encerrou.

(FOTO: AEN/Arquivo/COMUEL).

banner mestrado
banner-03
previous arrow
next arrow
Leia também