Professora do CCH debate literatura comparada em congresso internacional

Professora do CCH debate literatura comparada em congresso internacional

Laura Brandini, do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas, vai falar sobre literatura comparada como lugar comum.

A professora Laura Brandini do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas, do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH), participa nesta quinta-feira (10), às 14 horas, de uma mesa-redonda no Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada (ABRALIC). O evento é online e é, segundo a professora, o mais relevante evento dedicado aos estudos literários do país. A transmissão será pelo canal da associação no Youtube. A edição 2020 do congresso tem como tema “Diálogos transdisciplinares – literatura, ciências humanas, cultura e tecnologia”.

Laura Brandini afirma que vai falar sobre literatura comparada como lugar comum. “Tratarei dessa disciplina fundamental para os estudos literários, como um lugar de encontros de teorias, conceitos, ideias e ideologias”, explica. “A literatura comparada é uma disciplina que agrega um elemento fundamental aos estudos literários: o elemento relacional. Pois todo estudo comparado se estabelece sobre relações, que podem ser as mais variadas”.

(Divulgação/ABRALIC)

Ela cita como exemplo dessas relações, duas ou mais obras literárias, obras literárias e artísticas e/ou midiáticas, obras literárias e saber de outras áreas como Filosofia, Medicina, Arquitetura, entre outras. “Ao longo de sua história – a disciplina foi fundada no século XIX – vemos como ela acolheu, sempre na perspectiva relacional, diferentes ciências, sendo a primeira, a História, bem como teorias que expandiram a visão daqueles que praticaram e praticam a literatura comparada.”

Diálogo – A professora afirma que essa área cria um espaço de diálogo do texto literário com elementos e questões socioculturais variados, estimulando o contato com o outro. “Os encontros, proporcionados pela disciplina permitiram que se lançasse um novo olhar sobre as obras literárias privilegiando sempre questões candentes no momento”, comenta. “Perguntar a uma obra literária o que significa ser estrangeiro hoje, momento em que somos testemunhas da tragédia dos naufrágios de imigrantes africanos que buscam chegar à Europa é relacionar o texto literário a questões trazidas pelas teorias pós-coloniais, por exemplo”.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também