Prêmio tem ex-alunas, estudante e professor da UEL entre os premiados

Prêmio tem ex-alunas, estudante e professor da UEL entre os premiados

Prêmio é uma realização do Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura.

Reinaldo C. Zanardi

Agência UEL


Divulgado os premiados em sete categorias do “Outras Palavras – Prêmio de Obras Literárias”, uma realização do governo do Paraná, por meio da  Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura. Entre os destaques estão ex-alunas, um estudante e um professor do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH).

“Só o fato de estar entre os classificados já é muito bom, mas a banca considerar que você é a melhor cronista do estado é incrível. Principalmente quando crônicas e contos competem na mesma categoria. Além de crônica não ser um gênero assim tão popular, é majoritariamente masculino”. O comentário é da escritora Camila Mossi de Quadros egressa do curso de Letras da UEL, vencedora do “Outras Palavras – Prêmio de Obras Literárias”, na categoria “Coletânea de Contos e Crônicas”, com o livro “Anticonstitucionalissimamente”. 

A escritora afirma que é difícil se destacar no meio literário no gênero crônica. “Porque as pessoas acham que literatura de autoria feminina trata de ‘assuntinhos’, frivolidades socialmente associadas ao gênero feminino. O que é uma tremenda bobagem, mas ainda oprime as escritoras e afasta, principalmente os leitores homens”, comenta Camila Mossi de Quadros. “Ficar em primeiro na categoria, então, é levar todas as mulheres, e principalmente as mulheres lésbicas, como eu, para esse espaço. É dizer a todas que nós podemos, que nossas vozes serão ouvidas. Estar em primeiro lugar é incrível.”

O livro “Anticonstitucionalissimamente” é dividido em duas partes. Camila Mossi de Quadros discute na primeira – “Quarentena, pandemia e outras pestes”- o isolamento social e suas peculiaridades. Ela aborda também temas como a corrupção, a desigualdade social, o racismo, a homofobia e o consumismo desenfreado. “A quarentena é apresentada sob a ótica de diversos personagens: a mãe de família que estava preparada para o apocalipse zumbi; o pai, que não estava preparado para ficar sem happy hour; os cachorros, que estão muito satisfeitos com os donos em casa; Deus, que adora o número 40 e tem muito a nos ensinar com as quarentenas anteriores.”

Categorias premiadas: Coletânea de Contos e Crônicas, Coletânea de Poesia, Coletânea de Ensaios Críticos, Roteiro de Cinema, Dramaturgia, Pesquisa em Cultura Alimentar e Livro Ilustrado. 

Na segunda parte do livro, “falo sobre os relacionamentos  pós-modernos; a relação do homem com a finitude e outras banalidades. Porque amor, vida, morte, são apenas pequenos grãos de drama e comédia na história do mundo. Diante da nossa pequenez, resta-nos rir das fragilidades sobre as quais nossas vidas estão construídas.” Camila Mossi de Quadros, além do curso da graduação em Letras, fez na UEL especialização em Língua Portuguesa e o mestrado no Programa de Pós-foram premiados no concurso.

As também egressas do curso de Letras Amanda Damásio e Samantha Abreu estão entre os premiados do Outras Palavras. Com o livro “À beira de um abismo espelhado”, Amanda foi premiada na categoria “Coletânea de Poesias”; e com “Mulheres sob Descontrole”, Samantha foi premiada na categoria “Coletânea de Contos e Crônicas”. Na categoria “Romance”, o estudante de doutorado Eduardo Baccarin Costa, do Programa de Pós-Graduação em Letras, do CCH, ficou em primeiro lugar com o livro “Apenas três palavras”.

O professor Renato Forin Junior,  do Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas, foi premiado na categoria “Dramaturgia”, com “Samba de Uma Noite de Verão”. Por fim, Roberta Takamatsu, egressa do mestrado do Programa de Pós-Graduação em Letras, foi premiada na categoria “Roteiro de Cinema” com a peça  “Passagem Secreta”. Roberta propôs o projeto a partir da sua empresa, a Filmes com Saquê. Tem direção de Rodrigo Grota, jornalista e doutor em Letras, também pela UEL.

História – Dois outros egressos da Universidade, do curso de História, também foram premiados no concurso do governo paranaense. Raquel de Medeiros Deliberador foi premiada na categoria “Livro Ilustrado”, com a publicação “O Prédio do Mundo: o livro ilustrado”. Luis Henrique Mioto, também na categoria “Coletânea de Contos e Crônicas”, com “Contos Tridimensionais”.

“Outras Palavras – Prêmio de Obras Literárias” é uma realização do governo do Paraná, por meio da  Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura. A premiação ocorreu nas categorias Romance, Coletânea de Contos e Crônicas, Coletânea de Poesia, Coletânea de Ensaios Críticos, Roteiro de Cinema, Dramaturgia, Pesquisa em Cultura Alimentar e Livro Ilustrado. 


pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também