DaP expõe trabalhos em desenho de 57 artistas de 8 países

DaP expõe trabalhos em desenho de 57 artistas de 8 países

Exposição intitulada “Desenho, Estado de Liberdade” começa nesta terça-feira (10), na rede social da DaP/Casa de Cultura.

José de Arimathéia

Agência UEL


Um artista por dia, 57 artistas no @daplondrinaDivisão de Artes Plásticas (DaP) da UEL. Esta é a proposta da exposição “Desenho, Estado de Liberdade”, que tem início nesta terça, 10 de agosto, nesta rede social. Trata-se de um grande agrupamento de artistas que reafirma a necessidade da arte em sua dimensão pública.

A exposição faz parte do empenho da DAP em promover experiências com o sensível de forma on line. Um conceito chave destas iniciativas é a liberdade para os artistas. Os projetos desenvolvidos pela Divisão no período pandêmico mostraram não apenas obras dos artistas, mas a rotina de seus ateliês, sua relação entre si e suas propostas. Tudo acessível virtualmente ao público.

(Divulgação).

“Desenho, estado de liberdade” propõe um grande acordo entre artistas que desenham e que aceitaram um convite para estarem juntos, com diferenças e particularidades em suas produções. É exatamente tais características que interessaram à Curadoria da exposição, e que geram nela a expectativa de que o público dialogue com as obras e ressignifique o que vê, rompendo mesmo barreiras de linguagem e reafirmando o valor da liberdade derivada da alteridade.

O curador e chefe da Divisão de Artes Plásticas da UEL, Danillo Villa, espera uma série de questionamentos do público de como pode ser manifesta, saboreada e corporificada a liberdade através dos desenhos. “Desenhar, como escrever, como olhar, é também um movimento de constituição, ao desenhar, alguma coisa está se formando, na percepção e na materialidade. Neste sentido, desenhar, ver desenho é sempre uma experiência libertária”, comenta.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também