APIESP defende autonomia e processo democrático nas Universidades Federais

APIESP defende autonomia e processo democrático nas Universidades Federais

Manifestação apoia a nomeação do primeiro colocado no processo de escolha direta realizado pelas comunidades universitárias.

A Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (APIESP) divulgou nesta segunda-feira (21) nota em que manifesta preocupação com a falta de compromisso para a nomeação dos reitores eleitos de forma direta nas Universidades Federais brasileiras. Na nota, assinada pelos dirigentes das sete Universidades Estaduais Paranaenses, a entidade afirma que reconhece e defende as decisões democráticas das Instituições de Ensino Superior, em seus respectivos pleitos eleitorais, por entender a importância e a legitimidade desses processos.  

A nota cita o artigo 207 da Constituição Federal, fruto e vitória de um grande movimento realizado pelas próprias Instituições, que concede às Universidades Públicas Brasileiras o princípio da Autonomia Universitária, que assegura, dentre outros importantes aspectos, a escolha direta de seus dirigentes.

O texto termina defendendo a nomeação do primeiro colocado no processo de escolha direta realizado pelas comunidades universitárias das Universidades Federais Brasileiras, como forma de consolidar a autonomia das Instituições, respeitando a decisão da maioria.

Veja aqui a íntegra da Nota da APIESP

banner mestrado
banner-03
previous arrow
next arrow
Leia também