UEL FM exibe série sobre movimentos de mulheres na cidade de Londrina

UEL FM exibe série sobre movimentos de mulheres na cidade de Londrina

A série contempla três temporadas, cada uma com 10 episódios, com duração média de 7 minutos.

A Rádio UEL FM (107,9 MHz) vai veicular, a partir do próximo dia 16, a primeira temporada da série Mulheres em Movimento, produzida por estudantes do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Pitágoras/Unopar. A proposta é divulgar organizações londrinenses que atuam por mais igualdade, proteção e autonomia para as mulheres, ampliando a visibilidade desses movimentos e instituições.

A atividade faz parte do projeto de ensino e extensão Mídias Sonoras, coordenado pela professora Juliana Barbosa. Segundo a professora, formada em Relações Públicas pela UEL e colaboradora da rádio com o programa Estação Samba, a ideia surgiu a partir da constatação de que Londrina é referência na luta pelos direitos da mulher. “Fazendo uma pesquisa sobre o tema, as alunas descobriram que o primeiro jornal feminista do País, o Brasil Mulher, surgiu aqui em Londrina, em 1975. Além disso, nossa cidade foi uma das primeiras a ter uma Secretaria da Mulher; existe um Conselho atuante, além de várias entidades e de grupos de pesquisa na causa”.

(Divulgação).

Para a aluna Beatriz Ladeira, a produção foi envolvente em todas as etapas. “A prática é muito importante e a professora Juliana foi cirúrgica em relação ao valor real desse projeto. A gente aprendeu bastante sobre as histórias e os projetos feitos por mulheres para ajudar outras mulheres”. Segundo a estudante Julia Cristina, a produção coletiva em modo remoto foi um desafio, “mas as entrevistas foram impactantes e importantes para entendermos o papel protagonista da mulher na sociedade”.

A série contempla 3 temporadas, cada uma com 10 episódios, com duração média de 7 minutos. Na 1ª temporada os estudantes entrevistaram dez líderes de movimentos da sociedade civil organizada. Cada uma contou sobre o propósito do grupo e relatou um momento marcante de sua trajetória junto ao movimento. Participaram mulheres dos seguintes coletivos:  Grupo Mulheres do Brasil, Mulheres na Roda de Samba, Somos Moara, Black Divas, Associação das Camponesas, Rede Feminista de Saúde, Nós do Poder Rosa, Movimento Construção, Mulheres Evangélicas pela Igualdade de Gênero e Frente Feminista de Londrina.

A segunda temporada já está em produção, envolvendo coordenadoras de projetos da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres. A terceira temporada será produzida no primeiro semestre de 2022, com movimentos institucionalizados, grupos de pesquisa e instituições privadas.

Neste projeto, os estudantes fazem a pesquisa, as entrevistas, o roteiro, a edição e o planejamento da comunicação. A produção completa durou 4 meses, envolvendo 15 alunos dos 3º, 5º e 7º períodos do curso, que contaram com o apoio do técnico de áudio da Pitágoras/Unopar, Adriano de Oliveira Silva.

De acordo com a professora Juliana Barbosa o envolvimento dos alunos foi grande em todo o processo. “Eles me surpreenderam pelo comprometimento que tiveram, mesmo fazendo tudo no modo remoto. Achei interessante quando duas alunas me perguntaram se poderiam criar uma música especialmente para a vinheta de abertura da série. Eu adorei a ideia, incentivei a criação e no final gostei muito do resultado”. De autoria das estudantes Beatriz Ladeira e Julia Cristina Pereira, a letra do jingle diz: “Mulheres em movimento/ movimentam a união/ e são protagonistas de uma nova revolução”. 

Apoio – A iniciativa conta com apoio da UEL FM, da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres e do Conselho Municipal de Políticas para Mulheres. A série será exibida entre os dias 16 e 29 de novembro, na Revista do Meio-Dia. Pode ser acompanhada pelas ondas do rádio e pelo aplicativo da UEL FM. As reportagens vão ficar disponíveis no site da emissora. 

Serviço

Série mulheres em movimento – 16 a 29 de novembro

Na Revista do Meio-Dia – UEL FM (107,9 MHz e no aplicativo).

(Com informações da UEL FM).

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também