Ranking internacional destaca ações de sustentabilidade da UEL

Ranking internacional destaca ações de sustentabilidade da UEL

Entre os indicadores de sustentabilidade avaliados estão: infraestrutura do Campus e eficiência energética, além da gestão de resíduos.

publicado por

Agência UEL


As Universidades Estaduais de Maringá (UEM), Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) estão entre as melhores instituições brasileiras no UI GreenMetric World University Rankings 2021. A UEL figura na posição 588 entre as instituições avaliadas. A classificação, elaborada pela Universidade da Indonésia, utiliza 39 indicadores de sustentabilidade na sua construção.

Entre os critérios da avaliação estão infraestrutura dos câmpus, eficiência energética e atenção às mudanças climáticas, gestão de resíduos e reciclagem, uso da água, sistema de transporte e educação ambiental. O tema deste ano é “Universidades, UI GreenMetric e os ODS na época da pandemia”.

De acordo com a organização do ranking, o objetivo foi focar nos esforços das universidades para continuar seus programas e políticas de sustentabilidade durante a pandemia da Covid-19. Neste ano, foram listadas 956 instituições de diferentes países. No cenário nacional, 50 universidades participaram.

A UEM ocupa a posição de 505 entre as instituições ambientalmente responsáveis, seguida pela UEL em 588 e pela UENP em 641. No Paraná as Universidades Estaduais ocupam a 1ª, 2ª e 3ª colocação, respectivamente.

UEL figura em ranking internacional pela quinta vez

A UEL participa pelo quinto ano consecutivo do UI GreenMetric World University Rankings 2021. De acordo com o Prefeito do Campus, Gilson Bergoc, a Universidade melhora os indicadores a cada ano, com destaque para as áreas de gestão de resíduos, energia e infraestrutura. “A implementação da usina  fotovoltaica e geração de energia a partir de resíduos orgânicos são só alguns dos exemplos de soluções com foco na sustentabilidade adotadas aqui e por universidades do país”, observa.

Segundo ele, para 2022, estão previstas diversas ações voltadas ao licenciamento ambiental das atividades da Universidade, visando o fortalecimento e capacitação na área de resíduos, em especial de resíduos  químicos e dos serviços de saúde. São ações que integram os Planos de Gerenciamento de Resíduos, além da formação de um grupo de trabalho que será responsável pela implementação de uma política institucional de “Cuidado Integral aos Animais do Campus da UEL”. Todas as ações são planejadas e implementadas pelo Programa de Gestão Ambiental – RECICLA UEL.

UEM e UENP

Para a assessora técnica ambiental e presidente do Comitê Gestor Ambiental da UEM, Elenice Tavares Abreu, a universidade tem realizado pesquisas e promovido ações com o propósito de implementar uma cultura de sustentabilidade em toda a instituição. “Além de realizar as ações de manutenção dos câmpus, como a gestão de resíduos, a redução do consumo energético e de água, obtenção de licenciamentos ambientais, neste ano o comitê gestor ambiental elaborou uma resolução sobre a gestão da população animal e espaços pertencentes à UEM”, destaca.

O pró-reitor de Planejamento e Avaliação Institucional da Uenp, Bruno Ambrozio Galindo, destaca a importância do ranking para nortear as políticas implementadas pela universidade. “Queremos planejar ações e estratégias de sustentabilidade e avaliar seus resultados. Esse ranking reúne indicadores de áreas distintas e transforma em um índice global. Esse processo é muito importante para compararmos o desempenho ambiental com universidades do Brasil e do mundo, medindo nossa evolução”, ressalta.

(Com informações das AEN).

Tags

Ranking
pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também