Universidade se posiciona em defesa da Ciência e Tecnologia

Universidade se posiciona em defesa da Ciência e Tecnologia

A Universidade Estadual de Londrina se solidariza com o descontentamento por parte dos coordenadores dos 80 cursos de pós-graduação da UEL e todas as outras instituições de pesquisa que se esmeraram na coleta de informações para o preenchimento da plataforma Sucupira.

A Reitoria da UEL, ad referendum do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – CEPE e do Conselho Universitário, divulga carta de apoio à ciência brasileira. Nas últimas semanas, foi anunciada a suspensão do processo de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o que gera dificuldades para manter o financiamento e validar a qualidade dos cursos de pós-graduação brasileiros. Confira abaixo o texto na íntegra.

A Ciência brasileira sub judice

A pandemia do novo coronavírus, inquestionavelmente, foi e é uma tragédia global. Milhões de vidas ceifadas, famílias despedaçadas e muitos dos sobreviventes, sequelados. Além das medidas clássicas de segurança sanitária (uso de máscaras, higienização das mãos frequentes com água e sabão ou álcool a 70% e evitar aglomerações) amplamente divulgadas em todas as mídias faladas e impressas, sem sombra de dúvida, o desenvolvimento das vacinas está sendo determinante para a diminuição do número de casos e mortes. Por trás de uma simples aplicação em nossos braços, há muita ciência e tecnologia (C&T) envolvidas. E isso só é possível com aplicação de recursos em projetos de pesquisa, em bolsas de estudos para pesquisadores e estudantes, lançamento de editais para financiamento e aproximação para parcerias público-privado.

O Brasil, comparado com países mais desenvolvidos, embora financie pouco nossas ações em C&T, ainda assim se destaca no cenário mundial em algumas áreas. Nossos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrados e doutorados) nas instituições públicas de ensino superior, principalmente, e em algumas particulares, são as responsáveis por grande parte de nossos avanços. A distribuição de dinheiro público para financiar estas ações é regulada por órgãos de fomento como a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Cabe à Capes qualificar os programas de pós graduação, atribuindo uma nota de um a sete, em 49 áreas distintas. Os que alcançam melhores avaliações, recebem mais recursos, fruto portanto, de um trabalho árduo de seus coordenadores, professores-pesquisadores, funcionários técnico-administrativos e pós-graduandos. Pois bem, este importante órgão se encontra em plena crise. Para que estes cursos recebam suas notas, há uma avaliação que, atualmente, é quadrienal. E justamente essa importante avaliação, cuja metodologia com ajustes é aplicada desde 1976, foi suspensa por decisão judicial. Com isso, vários programas não sabem se poderão ou não crescer (aumentar sua nota) ou até mesmo propor outros cursos (por exemplo quem tem só mestrado, poder apresentar uma proposta para doutorado).

Não está claro se o que há por trás é um questionamento puramente técnico. A verdade é que com isso, inúmeros pesquisadores (até o momento, 52) pediram demissão de seus cargos na CAPES. São coordenadores e consultores de diferentes áreas que não concordam com a paralisação no processo de avaliação dos cursos. A Universidade Estadual de Londrina se solidariza com o descontentamento por parte dos coordenadores dos 80 cursos de pós-graduação da UEL e todas as outras instituições de pesquisa que se esmeraram na coleta de informações para o preenchimento da plataforma Sucupira, sistema esse utilizado para avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu.

Produzir o conhecimento é uma forma de obter poder. O Brasil precisa disso para que, de uma forma consciente e honesta, use esse poder para transformar nosso país tornando-o mais justo e melhorando as condições de vida da imensa maioria da população. C&T podem transformar uma sociedade.

A UEL se tem mostrado na vanguarda da inovação em nossa região. E, para que a inovação ocorra, C&T têm que andar de mãos dadas.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também