Grupo de pesquisa organiza ciclo de palestras sobre ensino bilíngue no Brasil

Grupo de pesquisa organiza ciclo de palestras sobre ensino bilíngue no Brasil

Os integrantes do grupo de pesquisa Formação de Professores e Ensino de Línguas para Crianças (FELICE), do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH), promovem durante os meses de abril e junho o 1º Ciclo de Palestras sobre Bilinguismo e Ensino Bilíngue. O primeiro encontro será dia 24 de abril, às 9h30, com transmissão pelo […]

Beatriz Botelho

Agência UEL


Os integrantes do grupo de pesquisa Formação de Professores e Ensino de Línguas para Crianças (FELICE), do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH), promovem durante os meses de abril e junho o 1º Ciclo de Palestras sobre Bilinguismo e Ensino Bilíngue. O primeiro encontro será dia 24 de abril, às 9h30, com transmissão pelo canal do Felice. Interessados em receber certificado de participação podem se inscrever AQUI.

O primeiro encontro tem como ministrante a professora Antonieta Megale Siano, do Instituto Singularidades, que falará sobre “Educação Bilíngue e Bilinguismo: princípios e fundamentos”. A programação de cada uma das palestras será publicada na página do FELICE em rede social – AQUI.

Diversas palestras serão realizadas para debater desde o bilinguismo de prestígio, relacionado às línguas como Inglês e Espanhol, além da educação para surdos, para indígenas e Português para Falantes de Outras Línguas (PFOL). O objetivo é propiciar discussão mais próxima de quem, de fato, faz educação bilíngue no país, como explica a coordenadora do grupo de pesquisa, Juliana Reichert Tonelli, professora do Departamento de Letras Estrangerias Modernas e diretora pedagógica da Coordenadoria de Processos Seletivos (COPS).

(Divulgação/FELICE).

CNE – A professora relata que nos últimos 20 anos houve um aumento do número de escolas consideradas bilíngues no Brasil. Recentemente, o Conselho Nacional de Educação (CNE) publicou a Resolução 02/2020 com o objetivo de organizar o ensino bilíngue. Com isso, a discussão tomou conta de diversas instâncias, causando estranhamento e suscitando ainda mais dúvidas, segundo Juliana. “Este questionamento, recorrentemente discutido por linguistas, fica muitas vezes distante dos professores e professoras em formação inicial e continuada, de diretoras e diretores de escola e da comunidade escolar de forma geral”, afirma. Por este motivo, ela destaca a relevância do Ciclo de Palestras e convida a todos os interessados na temática a participarem do evento.

Grupo – Cadastrado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o grupo de pesquisa Felice está em atividade desde 2014. As pesquisas e ações são realizadas em parceria com professores da Universidade Estadual de Goiás (UEG – Campus Inhumas), Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Mais informações na página do FELICE.

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também