Governo do Estado nomeia 16 novos professores concursados para a UEL

Governo do Estado nomeia 16 novos professores concursados para a UEL

Os candidatos, aprovados em concurso público, irão lecionar em mais de 20 áreas diferentes junto aos cursos de graduação.

O Diário Oficial do Estado de 25 de junho publicou o Decreto 7963, que nomeia 16 candidatos aprovados em concurso público para docente da UEL. Os mais novos professores da Universidade irão atuar em várias áreas do conhecimento: História, Sociologia, Língua Francesa, Letras, Embriologia, Anatomia, Psicanálise e Psicologia, matemática, Física, Química, Geografia, Administração, Medicina Veterinária, Medicina, Enfermagem, Zootecnia, Odontologia e outras.

São eles: Carla Cristine da Silva, Diego Zilio Alves, Emilie Genevieve Audigier, Jorge Mali Junior, José Garcia Junqueira Neto, Kátia Regina Garcia Punhagi, Keila Raquel Wenning Kamp, Lucienne Garcia Pretto Giordano, Luiz Angelo Rossato, Marcela Zanetti Corazza, Mariana Vaitiekunas Pizarro Iachel, Mirian Tachibana, Rejane Kiyomi Furuya Watanabe, Sinthia Cristina Batista, Vivian Caetano Bochi e Pedro Ferraz Villela.

UEL em números

A UEL possui mais de 1200 docentes, que atuam em 52 cursos de graduação e mais de 200 de pós-graduação, incluindo Especializações, Mestrados e Doutorados. São mais de 13 mil estudantes de graduação e mais de 4600 de pós-graduação. Como grande parte dos professores atua em mais de um projeto ao mesmo tempo (ensino, pesquisa e extensão), chega a 2100 o número de docentes envolvidos neste tipo de atividade.

Divulgação do vestibular da UEL - 2021
Leia também