Câmara discute retorno de aulas presenciais e encaminha minuta

Câmara discute retorno de aulas presenciais e encaminha minuta

Novo documento lista medidas e orientações que irão garantir a segurança sanitária necessária para o retorno às aulas em 24 de janeiro.

A Câmara de Graduação da UEL se reuniu nesta terça-feira (9), em reunião remota, para aprofundar as discussões sobre o retorno presencial no segundo semestre do ano letivo de 2021, previsto para iniciar em 24 de janeiro do próximo ano. Como parte do planejamento, foi definida a minuta de Resolução que será apresentada ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) para substituir a Resolução CEPE nº 032/2021. O novo documento indica pontos relevantes sobre orientação acadêmica e de segurança para a comunidade universitária. 

A minuta considera que “a presencialidade é regra e o ensino remoto emergencial é excepcional” e tem como princípios a serem observados: a qualidade do ensino, a inclusão social e a segurança sanitária. Segundo a pró-reitora de graduação, Marta Favaro,  todo o processo está sendo feito com muita responsabilidade. “Estamos sendo bastante cuidadosos nessa retomada presencial. Com todos esses cuidados, nós temos condições de retomar”, argumenta a pró-reitora. 

A resolução indica que a oferta no formato remoto deve ocorrer quando a presencialidade não for possível em relação ao cumprimento das normas sanitárias e, ainda, não for imprescindível para o cumprimento do componente curricular, ficando essa orientação por responsabilidade dos colegiados dos cursos de graduação. Para o retorno, os colegiados deverão reformular seus Planos Emergenciais de Matriz Curricular (PEMC) – utilizados durante todo o período de ensino remoto emergencial, em conjunto com Núcleo Docente Estruturante (NDE), Departamentos e Centros de Estudos. 

O documento traz também medidas ligadas à saúde dos estudantes, como o preenchimento de formulário em casos de suspeita de Covid-19 e o amparo para problemas ligados à doença. Para ser aprovada, a resolução precisa ser apreciada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e pelo Conselho de Administração (CA), que deverão analisar o planejamento ainda neste mês de novembro.

Segurança sanitária: Plano de Contingência.

Dentre as discussões desta terça-feira (9), a Câmara fez apontamentos sobre adequação de salas para aulas teóricas e presenciais, levando em consideração a Resolução da Secretaria da Saúde (SESA) nº 977/2021, de 28 de outubro, e o novo Plano de Contingência – Orientações de Segurança Sanitária para o enfrentamento da Covid-19 na UEL, que será apresentado à comunidade nos próximos dias. Continuam sendo indicados os seguintes cuidados básicos: máscara, álcool em gel e higienização das salas – que deverão ser seguidos rigorosamente.

Também foi divulgado que o Serviço de Bem-Estar à Comunidade (SEBEC) está em discussão com a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU) para a retomada da frota de ônibus para o Campus Universitário, com utilização do passe escolar, que garante a meia-passagem aos alunos, e ainda possibilidade de flexibilização de horários, para evitar lotação no transporte. 

(FOTO: Arquivo COM/UEL).

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também