Projeto alerta para o agravamento de problemas psicológicos

Projeto alerta para o agravamento de problemas psicológicos

Chamado de “Janeiro Branco”, este mês é dedicado ao tema saúde mental. Iniciativa Suporte Psicológico COVID-19 atende população.

“Nós psicólogos trabalhamos com um número crescente de depressão, ansiedade, uso de substâncias psicoativas, distúrbios alimentares e do sono, surtos psicóticos e o comportamento suicida com ideações e tentativas”. A informação é da psicóloga Juliana de Godoy, integrante do Projeto Suporte Psicológico COVID-19, iniciativa da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (PROPPG), do Departamento de Psicologia Geral e Análise do Comportamento, do Centro de Ciências Biológicas (CCB) e Residência Médica/Psiquiatria da UEL. A proposta tem apoio da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (PROEX)

O agravamento de problemas psicológicos foi detectado pela equipe do projeto por causa da pandemia de COVID-19, causada pelo novo coronavírus. Somente no Brasil, mais de 200 mil mortes foram registradas por causa da doença. “É visível e ao mesmo tempo preocupante, o agravamento da saúde mental dos indivíduos nos últimos meses, fato comprovado pelas demandas”, afirma Juliana de Godoy. Podemos afirmar o aumento na procura por terapia e, também, a complicação de casos que – até então – eram considerados leves e moderados”.

Saúde mental – Este mês marca o “Janeiro Branco”, campanha criada em 2014, para dar visibilidade ao tema saúde mental. Em 2021, a oitava edição tem como lema “Todo cuidado conta”. “O debate sobre a saúde mental é fundamental, a fim de beneficiar tanto a sociedade quanto os profissionais”, comenta Juliana de Godoy. “Discutir sobre esse tema pode ajudar a diminuir a chamada psicofobia, o preconceito contra pacientes com  transtornos mentais, e que atinge até mesmo aqueles que atuam nesta área”.

A profissional alerta que para uma saúde mental equilibrada, há diferentes ações, que – combinadas – podem gerar muitos benefícios. “Como o investimento em relacionamentos saudáveis com familiares, amigos e demais pessoas do convívio; a percepção sobre a importância de conhecer e respeitar os próprios limites; uma boa alimentação; a prática de exercícios físicos; a atenção com a qualidade do sono e evitar o abuso do álcool”, enumera a Juliana de Godoy, sobre dicas de como prevenir problemas psicológicos.

Do ponto de vista profilático, que visa a cura, há necessidade de tratamento a partir do uso de medicamentos psicotrópicos, receitados pelo médico psiquiatra, a psicoterapia que contará com intervenções específicas por parte do psicólogo e a prática de exercícios físicos. “Outras medidas podem ser adotadas como complemento a essas três frentes, como acompanhamento de terapia ocupacional, nutrição e outras mais, sempre sob a orientação do médico e do psicólogo”.

Serviço – Mais informações sobre o projeto em sua página na rede social – @psicouel.covid – e agendamento pelo celular (43) 99625-5345.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também