UEL finaliza projeto de Eficiência Energética com entrega da Usina Geradora de Biogás

UEL finaliza projeto de Eficiência Energética com entrega da Usina Geradora de Biogás

O biodigestor tem o objetivo de transformar gás em energia elétrica, que será produzida em larga escala.

A UEL oficializou nesta sexta-feira (18) a ligação da unidade geradora de energia elétrica a biogás, produzida em biodigestores, que estava em testes operacionais e que integra o Projeto de Eficiência Energética aprovado na Chamada Pública COPEL-VPDE 001/2017, iniciativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). A usina está instalada na Fazenda Escola (FAZESC), no Campus Universitário, e integra o projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da chamada pública.

Com o acionamento, a Universidade conclui o Projeto de Eficiência Energética entregue oficialmente há cerca de um ano e que inclui uma Usina Fotovoltaica, a usina de biogás e ações de sustentabilidade como substituição de lâmpadas e troca de equipamentos. A chamada pública representou um investimento da ordem de R$ 5 milhões em todos os projetos. A ligação da unidade foi feita durante cerimônia virtual realizada nesta tarde e que contou com a participação de apoiadores do projeto como a Copel e as empresas que forneceram equipamentos e tecnologia de ponta como a Leão Engenharia e a ER-BR – Energias Renováveis, responsáveis pela instalação elétrica e pelo fornecimento do reator de biogás, respectivamente.

Solenidade virtual oficializou entrega da Usina Geradora de Biogás. Além de representantes da UEL, contou com apoiadores: Copel e as empresas Leão Engenharia e a ER-BR – Energias Renováveis,

Geração de Energia

A unidade geradora de energia a biogás vai aproveitar resíduos orgânicos que serão processados por um reator anaeróbio, para gerar energia elétrica por meio de um conjunto moto-gerador. O investimento foi de R$1,9 milhões para compra de material de consumo, equipamentos e estruturas, além do custeio de bolsas de estudos para estudantes de graduação e de pós-graduação. A energia elétrica gerada será inserida à rede do Campus Universitário.

Segundo o reitor da UEL, Sérgio Carvalho, a ligação da unidade representa mais que o fim de um ciclo de investimento em pesquisa e em equipamentos, que envolveu duas gestões da Universidade. O projeto teve início em 2017 com a reitora Berenice Quinzani Jordão, tendo a frente o físico Dari Toginho, ex-prefeito do Campus. A atual gestão do reitor Sérgio Carvalho finalizou o projeto. “Uma característica da UEL é exatamente essa, não ter obras paradas. Aqui damos continuidade aos projetos”, destacou o reitor.

O prefeito do Campus, professor Gilson Bergoc, enalteceu o esforço da Copel e das demais empresas envolvidas. Dessa forma foi possível criar um ciclo de desenvolvimento de tecnologia que colocam a UEL entre as grandes Universidades na pesquisa de energias renováveis. O professor Fernando Fernandes, do Departamento de Construção Civil, que coordena as pesquisas da área, afirmou que hoje a Universidade conta com equipamentos, tecnologia e massa crítica para avançar nos estudos da área de energias.

Segundo o professor, a UEL está integrando o programa Biogás Paraná, coordenado pelo Tecpar, que pretende desenvolver tecnologias para apoiar a produção do biogás em grande escala. Na UEL, a usina terá mais a finalidade de estudos. Para se ter uma dimensão do funcionamento, os resíduos chegam em um depósito, em que são triturados, caem em uma caixa e, posteriormente, são bombeados para um reator. No local a mistura é mantida em temperatura de 35º.

O gás é então bombeado para um grupo gerador, onde é transformado em energia elétrica. De acordo com o professor, o biodigestor tem o objetivo de produzir energia em escala real, porém com foco na pesquisa de novas tecnologias.

Inauguração – Participaram da cerimônia virtual o vice-reitor da UEL, Décio Sabattini Barbosa, o diretor do Centro de Tecnologia e Urbanismo (CTU), professor Aron Petrocci; a chefe de gabinete da Reitoria, Lisiane Freitas de Freitas e o Coordenador de Comunicação Social, Sérgio Gerelus. Entre os convidados estavam o diretor de Gestão e de Inovação da Copel, Gustavo Kliguelfus, acompanhados dos demais gerentes da empresa, Diego Munhoz e Fábio Borges. Também participaram da cerimônia virtual o representante da ER-BR, Adilei Oliveira e da Leão Engenharia, Amauri Vertuan.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também