Ministro da Ciência conhece infraestrutura de Pesquisa e formaliza workshop da Finep na UEL

Ministro da Ciência conhece infraestrutura de Pesquisa e formaliza workshop da Finep na UEL

Ministro foi recebido pela reitora, Marta Favaro, e pelo vice, Airton Petris, na tarde desta quinta (7).

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Alvim, participou nesta quinta-feira (7) de uma reunião de trabalho com pesquisadores, pró-reitores, diretores de Centro e lideranças de Londrina, na sede da Agência de Inovação (Aintec). O ministro foi recebido pela reitora, Marta Favaro, acompanhada do vice-reitor, Airton Petris. Também participaram do encontro o diretor presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Waldemar Barroso Neto, e o Secretário de Empreendedorismo do Ministério, José Gontijo.

Durante a reunião, a equipe do Ministério da Ciência (MICTI) conheceu de perto o trabalho da Aintec e a infraestrutura de Laboratórios Multiusuários da Universidade. As apresentações foram feitas pelo diretor da Aintec, Edson Miura, pela pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação (ProPPG), Silvia Meletti, e pelo diretor de pesquisas, Eduardo Araújo.

Marta Favaro explicou que fez o convite ao ministro para vir à UEL durante a visita dele a Londrina no último dia 23 de junho. A reitora esclareceu que fez questão de reunir pesquisadores e gestores da Universidade para apresentar à equipe do Ministério os responsáveis pela produção de Ciência e Tecnologia e Inovação.

Reitora e vice-reitor, Marta Favaro e Airton Petris, participam de encontro com ministro da Ciência, Paulo Alvim.
Reitora da UEL, Marta Favaro, e vice-reitor, Airton Petris, com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Alvim. (Agência UEL)

Workshop

O ministro confirmou a realização de um workshop promovido pela Finep, em Londrina, para debater o ecossistema de inovação local, em parceria com a Fundação Araucária. A proposta é realizar o encontro ainda no segundo semestre deste ano. A UEL deverá ser a instituição que sediará o evento, considerando o trabalho desenvolvido na área de inovação.

Em seu pronunciamento, Paulo Alvim afirmou que as Universidades têm papel importante no desenvolvimento da pesquisa, responsáveis por 80% da produção de Ciência e Tecnologia do país. Sobre recursos, ele explicou que esse ano o Ministério deverá dobrar o volume de recursos do ano passado e de 2020.

O ministro elogiou a comunidade científica, que nos últimos dois anos conseguiu dar respostas rápidas a partir de projetos para o desenvolvimento de medicamentos, vacinas e soluções para a Covid-19. Ele explicou que são mais de 200 projetos ainda em andamento, que beneficiam diretamente a população com atendimento em saúde pública.

Visita do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação à Aintec ocorreu nesta quinta (7), na UEL.
Ministro se reuniu com a reitoria, pesquisadores, pró-reitores e autoridades locais (Agência UEL)

Infraestrutura

Relatório apresentado à equipe do MICTI demonstrou os números relacionados à pesquisa desenvolvida na UEL. Ao todo, são 53 cursos de Pós-Graduação Stricto sensu e mais de 1,2 mil projetos de pesquisa em andamento com recursos do Governo Federal (Finep, CNPq e Capes), além da Fundação Araucária, ligada à Superintendência de Ensino Superior, Ciência e Tecnologia (Seti).

Além dos recursos humanos e projetos de pesquisa, a UEL conta com a Aintec, uma estrutura fundamental para apoio a startups e desenvolvimento de inovação. Atualmente, são 15 empresas incubadas e mais de 50 graduadas, que já deixaram a incubadora e estão no mercado.

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também