Conselho aprova regimento e votação eletrônica para escolha de reitor e vice

Conselho aprova regimento e votação eletrônica para escolha de reitor e vice

O pleito será dia 12 de abril de 2022 (1º turno) e 27 de abril (2º turno). Nova administração comanda a Universidade de 2022 a 2026.

Pedro Livoratti

Agência UEL


O Conselho Universitário da UEL aprovou na última sexta-feira (17) o Regimento Eleitoral para escolha de Reitor e de Vice-Reitor, que será realizada de forma eletrônica, via Sistema SAELE, plataforma de software público, no dia 12 de abril de 2022 (1º turno) e em 27 de abril (2º turno). Também foi disponibilizada uma página com as informações sobre as eleições.

A comunidade universitária deverá eleger a nova chapa que ficará à frente da Universidade entre 10 de junho de 2022 e 9 de junho de 2026. Pela primeira vez estudantes, professores e agentes universitários deverão participar de eleição direta para escolha dos dirigentes máximos da instituição de forma eletrônica. Segundo o reitor da UEL, Sérgio Carvalho, a eleição virtual permitirá uma maior facilidade para participação de todos os membros da comunidade com economia de gastos e recursos além de possibilitar a divulgação do resultado de forma célere e confiável.

Reunião do Conselho Universitário decidiu pela votação on-line

De acordo com a Resolução aprovada pelo Conselho Universitário, podem participar da votação professores e técnico-administrativos em pleno exercício das funções ou em licença com vencimentos, além dos estudantes de graduação e de pós-graduação regularmente matriculados. O Regimento também considerou eleitores os docentes e técnico-administrativos com contrato de trabalho por prazo determinado. A votação será realizada de acordo com o voto paritário proporcional, com o mesmo peso para cada uma das três categorias de eleitores da UEL.

As inscrições das chapas deverão ocorrer nos dias 14 e 15 de março, mediante protocolo feito à Comissão Eleitoral, junto à Divisão de Protocolo e Comunicação, no Campus. O Regimento também contempla a propaganda das chapas inscritas. Caberá a Comissão Eleitoral indicar os locais apropriados para a afixação de placas, cartazes, slogans ou qualquer outra forma de campanha.

O texto veda a utilização de bens e serviços da Universidade na campanha. Também não será permitida a veiculação de propaganda na mídia comercial, Rádio Universidade e na TV UEL. A Comissão Eleitoral formalizará normas para os debates e disporá sobre as formas de propaganda, considerando o Regimento e as demais normas institucionais.

Comissão Eleitoral – portaria assinada pelo reitor designa os seguintes membros para compor a Comissão Eleitoral. Professores: Aron Lopes Petrucci, Eliane Aparecida Silicz Bueno, Guilherme Schiess Cardoso, Marcelo Alves de Carvalho e Maria Fernanda Rodrigues Graciano. Thiago Corrêa Mattos (Agente Universitário); Douglas Magalhães Silva (estudante). Professora Taíse Ferreira da Conceição Nishikawa (titular) e Lorena Ferreira Portes (suplente), indicadas pelas entidades representativas dos docentes

Joabe Vieira da Costa, indicado pela entidade representativa dos técnico-administrativos e Letícia Nakoneczwzy, indicada pelo Diretório Central dos Estudantes. A representação da comunidade externa será designada em Portaria específica.

Confira AQUI a íntegra do Regimento Eleitoral.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também