Mais de 300 estudantes retomam atividades práticas na Clínica Odontológica

Mais de 300 estudantes retomam atividades práticas na Clínica Odontológica

Turmas do 1º ao 5º ano atuam separadamente em dois laboratórios. Eles desenvolvem práticas de estágio.

Os mais de 300 alunos de graduação do curso de Odontologia – Centro de Ciências da Saúde (CCS) – retornaram na última segunda-feira (24) com as atividades práticas presenciais, dando início ao segundo semestre de 2021, e obedecendo à indicação aprovada na semana passada pela Câmara de Graduação com ensino remoto preferencial pelas próximas três semanas. Os estudantes de Odontologia estão realizando as atividades práticas desde o ano passado, em cumprimento à Resolução 1173/20, da Secretaria de Saúde do Paraná, que estabeleceu protocolos de segurança para as graduações da áreas da Saúde, em instituições de ensino públicas e particulares. Neste reinício de aulas presenciais, as turmas do 1º ao 5º ano foram divididas em duas para garantir o distanciamento.

Segundo o coordenador do Colegiado de Odontologia, professor Ademar Takahama Junior, as aulas teóricas estão sendo realizadas em formato remoto. Nas atividades práticas, as turmas foram divididas em duas, com 30 estudantes em cada um dos dois laboratórios. Segundo o professor, professores e estudantes têm boa experiência já que as atividades práticas de estágio foram reiniciadas em fevereiro do ano passado. Durante 2021 foram apenas cinco casos de estudantes identificados com a Covid-19, sendo que os contágios foram externos.

Com rígidos protocolos de segurança, alunos do curso de Odontologia fazem atividades práticas na COU.

“Tomando todos os cuidados e respeitando o Plano de Contingência é possível ter segurança. Todos os cursos da saúde estão adotando procedimentos semelhantes”, testifica o Coordenador. As salas de aula mantém janelas abertas e muita ventilação. Segundo o Coordenador, a recomendação partiu de um estudo feito por professores do curso de Engenharia Civil, ano passado, que orientou a quantidade de pessoas que poderia ocupar os espaços de aula e de atendimento com segurança.

Atendimento – Segundo o diretor da Clínica Odontológica Universitária (COU) da UEL, professor Helion Lino Junior, mesmo com a Covid-19 o trabalho da Clínica nunca parou. Foi necessário realizar adequações que resultaram em um protocolo interno para o atendimento de pacientes em todas as especialidades. De acordo com Helion Junior, servidores fazem revezamento para cumprir as escalas e realizar o atendimento de urgência e emergência. A COU atende de segunda-feira a sexta-feira, das 7 às 22 horas, e aos sábados, das 7 às 18 horas.  

De acordo com o protocolo interno, pacientes e acompanhantes devem utilizar máscara de proteção e passam por aferição de temperatura. As equipes usam equipamentos de proteção (EPI). Ambiente e mobiliários passam por desinfecção a cada paciente. De acordo com o diretor, outro cuidado é a manutenção de janelas abertas para garantir a ventilação nas áreas internas. Com os cuidados sendo tomados, a COU não identificou nenhum caso de servidor, estudante ou professor contaminado no ambiente de trabalho.

Bebê Clínica

Reconhecida como referência no atendimento a crianças e adolescentes, a Clínica de Especialidades Infantis, a Bebê Clínica, também mantém um rígido protocolo para pacientes, estudantes, servidores, professores e profissionais. De acordo com a diretora, professora Cassia Garbelini, pacientes respondem a um questionário para identificar se há sintomas ou tiveram contato com pessoas que possam estar infectadas. Ela informa que já existe consciência e são comuns casos de pacientes que desmarcam atendimento quando apresentam sintomas. O Programa Educativo-Preventivo da Bebê Clínica acompanha bebês de 3 a 5 meses – antes mesmo do início da dentição – até completarem 5 anos.

Outra área de atuação da Bebê Clínica é no Pronto Atendimento com  procedimentos de urgência e de emergência realizados por professores do Departamento de Medicina Oral e de Odontologia Infantil, além de profissionais da Residência em Odontopediatria, por meio de escalas. O trabalho é complementado com o atendimento a pacientes especiais, junto à Clínica de Especialidades Odontológicas (CEO), que funciona na própria COU. Todas as quartas-feiras são realizados entre seis e oito atendimentos de pacientes especiais. Segundo a professora Cássia, este atendimento demanda até três cirurgiões dentistas para realizar os procedimentos necessários. Mesmo com toda a complexidade, todo o atendimento é feito gratuitamente. 

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também