Pesquisadores recrutam voluntários que sofreram perda de olfato após a Covid-19

Pesquisadores recrutam voluntários que sofreram perda de olfato após a Covid-19

Pacientes devem residir em Londrina e ter entre 18 e 60 anos de idade. Tratamento completo deve levar 60 dias.

Pesquisadores do Departamento de Clínica Cirúrgica, do Centro de Ciências da Saúde (CCS), estão recrutando pacientes pós Covid-19 que permaneceram com perda de olfato e paladar para um estudo sobre a perda da função, com tratamento a partir de corticóide Budesonida. Os pacientes devem residir em Londrina e ter entre 18 e 60 anos. Para participar do estudo, é importante que o voluntário tenha tido perda olfativa total ou parcial até 60 dias posteriores aos sintomas da doença.

A pesquisa representa um ensaio clínico randomizado para avaliar a eficácia da irrigação nasal com budesonida, associada ao treinamento olfatório. O trabalho é coordenado pelo professor e médico otorrino Marco Aurélio Fornazieri, do Departamento de Clínica Médica (CCS). É importante que os pacientes tenham contraído a doença há no máximo seis meses e apresentem perda de olfato persistente.

O estudo está sendo realizado em várias partes do país, reunindo 120 pacientes e coordenado pelos pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP). Em Londrina, a proposta é avaliar 30 pacientes. Os voluntários serão avaliados com testes de olfato e, após a consulta, iniciam um tratamento em casa por 30 dias. Os resultados serão avaliados em um retorno médico. O tratamento completo demora 60 dias.

Interessados podem entrar em contato pelo telefone WhatsApp (43) 98863-8768.

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também