UEL e Amepar debatem assessoria para projetos nas áreas de construção e gestão pública

UEL e Amepar debatem assessoria para projetos nas áreas de construção e gestão pública

A reunião foi nesta segunda-feira (1º), na Sala dos Conselhos da UEL, com a participação da administração da UEL, e autoridades de Londrina e região.

Pedro Livoratti

Agência UEL


Prefeitos que integram a Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar) se reuniram com dirigentes e professores da UEL para discutir a possibilidade de parcerias para o desenvolvimento de assessorias e projetos nas áreas da construção civil e de gestão pública. A reunião foi nesta segunda-feira (1º), na Sala dos Conselhos da UEL, com a participação do reitor, Sérgio Carvalho, do vice-reitor, Décio Sabbatini Barbosa e do presidente da entidade, Sérgio Onofre da Silva, prefeito de Arapongas. Também participou do encontro o Secretário de Governo de Londrina, Alex Canziani.

O reitor da UEL salientou que o encontro buscou identificar algumas prioridades das novas administrações. Diante deste diagnóstico será possível indicar um especialista da Universidade para buscar atender as demandas de forma eficiente e individual. Em 2019, UEL e Amepar realizaram um primeiro encontro buscando aproximação. Naquela reunião a Universidade apresentou o potencial de projetos acadêmicos desenvolvidos internamente. Os prefeitos também conheceram ações específicas do Hospital Universitário (HU), Clínica Odontológica Universitária (COU) e da Fundação de Apoio (FAUEL), que presta consultoria e assessoria a entidades e órgãos públicos.

Administração da Universidade reforçou parceria com a Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar).

Neste segundo encontro foram apresentados detalhes do projeto desenvolvido pela equipe do  Núcleo Interdisciplinar de Gestão Pública (NIGEP), que desde 2019 tem feito um trabalho de assessoria junto à prefeitura de Londrina nas áreas de educação, alimentação escolar, licitação e compras, recursos humanos e outras. O trabalho tem trazido economia aos cofres públicos e aumento de eficiência em várias áreas.

Os prefeitos também conheceram o projeto coordenado pelo professor do curso de Engenharia Civil, Aron Petrucci, atual diretor do Centro de Tecnologia e Urbanismo (CTU), que prevê assessoria para pequenas e médias obras civis. O projeto inclui professores e estudantes do Departamento do Construção Civil, utilizando os recursos da Modelagem de informação da construção, tecnologia conhecida como BIM, da sigla em inglês “Building Information Modeling”. É um processo 3D inteligente baseado em modelo que equipa os profissionais de arquitetura, engenharia e construção com as informações e ferramentas que permite planejar, projetar, construir e gerenciar edificações e infraestrutura.

Segundo o presidente da Amepar, a entidade congrega 22 municípios da região Norte do Estado e busca acolher as necessidades comuns das administrações. Ele explicou que as cidades menores não contam com equipe técnica para confeccionar e acompanhar projetos. Sem um bom projeto em mãos, não há como solicitar recursos, disputar editais e propor melhorias para os municípios nas diversas áreas. “Quem perde com isso é a região”, testemunhou ele. Ele explicou que a entidade pretende realizar um banco de projetos para servir aos municípios, daí a importância de uma aproximação com a UEL.

Também participaram da reunião os professores Saulo Amâncio Vieira (Departamento de Administração) e Vera Suguihiro (Departamento de Serviço Social), que integram a equipe do Nigep. Estiveram presentes o prefeito de Cambé, Conrado Scheller e o prefeito de Rolândia, Ailton Maistro, acompanhados de suas equipes de assessores.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também