Vestibular 2022 é aprovado para 6 de março em fase única

Vestibular 2022 é aprovado para 6 de março em fase única

Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) também definiu o prazo de inscrições, portanto, de 20 de setembro a 3 de novembro deste ano.

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da UEL aprovou na tarde desta quinta-feira (1ª) a realização do Vestibular 2022 para dia 6 de março do próximo ano, em fase única, seguindo o modelo adotado no último concurso, realizado em 30 de maio passado, considerando todas as medidas sanitárias em virtude da pandemia do novo Coronavírus. As inscrições deverão ser realizadas de 20 de setembro a 3 de novembro deste ano. O valor da inscrição, bem como outras definições como as provas de habilidades específicas, deverão ser discutidas em nova reunião do CEPE, no final deste mês.

A proposta foi aprovada considerando os altos índices de contágio da Covid-19 e a incerteza sobre como estará o cenário de saúde pública no país no primeiro trimestre do próximo ano. Segundo o reitor da UEL, Sérgio Carvalho, os conselheiros aprovaram somente a data da prova e do período de inscrições, uma vez que a preparação do concurso demanda um prazo de mais de seis meses e o trabalho conjunto de professores de várias áreas.

Demais definições com relação ao Vestibular 2022, inclusive o valor da inscrição, serão definidas posteriormente também pelo CEPE. (FOTOS: Arquivo/COM/UEL)

O reitor lembrou que a Universidade registrou este ano mais de 27 mil inscrições, em virtude da redução do valor de inscrição e pela realização da prova em um único dia, somente em Londrina. “A Universidade teve de suspender o concurso por três vezes e realizou a prova de mãos dadas com Ministério Público e com as autoridades municipais e sanitárias. Esperamos que no ano que vem estejamos vivendo a normalidade, mas é importante ser conservador neste atual cenário da Covid-19”, definiu o reitor.

Para a Coordenadora de Processos Seletivos, professora Sandra Garcia, a prova deverá ter formato idêntico ao Vestibular passado, trazendo 50 questões objetivas com as disciplinas do Ensino Médio, mais a Redação. “Entendemos que tivemos uma prova exitosa. Foram registrados apenas 111 recursos, mas nenhuma questão foi efetivamente cancelada”, afirmou ela, concluindo que o exame foi enxuto, sem perder identidade de exigir a capacidade de interpretação e de cruzar conhecimentos.

A Coordenadora lembrou ainda que a data definida não se choca com os Vestibulares de Universidades igualmente bem procuradas como as Estaduais paulistas e do Paraná e nem com a Universidade Federal do Paraná (UFPR). Ela lembrou ainda que março é um mês interessante porque o ano letivo de 2022 da UEL será iniciado somente no segundo semestre. Historicamente a UEL oferece 2.564 vagas em 52 cursos de graduação e outras 581 por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU), totalizando 3.145 vagas ofertadas.

Formato

A prova deste ano permaneceu temática e interdisciplinar. Foram 36 questões de Conhecimentos Gerais; 10 de Língua Portuguesa e Literatura e quatro de Língua Estrangeira (Inglês, Espanhol ou Francês). Com relação à redação, os candidatos foram desafiados a produzir um texto dissertativo-argumentativo entre 20 e 25 linhas, baseados em três textos apresentados, que abordavam razões que levam pessoas a transgredir medidas de enfrentamento à Covid-19. Os detalhes de como será a prova da próxima edição ainda serão definidos.

Divulgação do vestibular da UEL - 2021
Leia também