UEL FM divulga estreia da Revista do Meio-Dia com 14 produções e novidades

UEL FM divulga estreia da Revista do Meio-Dia com 14 produções e novidades

Programa veiculado ao meio dia volta em 2022 com novidades e produção de 14 estudantes do curso de Jornalismo.

Patrícia Zanin

Agência UEL


A quarta temporada da Revista do Meio-Dia começa na próxima segunda-feira (21), com duas novas colunas e a veiculação de 14 trabalhos de estudantes do último ano de jornalismo da UEL: são quatro documentários e dez perfis. Os formandos apresentam temas e personagens variados, sob orientação da professora Mônica Kaseker, que fez uma curadoria dos programas que são apresentados na UEL FM. Leiliani Peschiera é monitora da disciplina de radiojornalismo. “A diversidade de temas e fontes é um dos diferenciais dessas produções.

Principalmente nos documentários a proposta foi deixar a fonte falar por si só. Entrevistamos as pessoas sob várias óticas e selecionamos falas em que as pessoas constroem as narrativas. O resultado ficou interessantíssimo”, explica. A turma do 4º ano de jornalismo tem 10 estudantes do matutino e 15 do noturno.

(Divulgação).

As produções integram o projeto UEL Sonora e já estão disponíveis no Spotify e no Anchor. O documentário de estreia na rádio, dia 21, se chama “Espectro Autista: uma questão de direito e consciência”, sobre os desafios que as pessoas com diagnóstico enfrentam e a dificuldade dos pais e responsáveis em conseguirem tratamentos adequados. Na terça, dia 22, a segunda parte do programa. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, uma em cada 54 crianças é diagnosticada com o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). A informação é de 2020. Em 2004, o diagnóstico era de uma para cada 166 crianças, o que revela que o TEA está mais comum.  

(Divulgação).

Já na quarta e na quinta, dias 23 e 24, vai ao ar o documentário sobre a Síndrome de Burnout, distúrbio psíquico causado pela exaustão extrema relacionada ao trabalho. Segundo a Associação Internacional de Gestão do Estresse (International  Stress Management Association – Isma), 32% dos trabalhadores brasileiros tinham a síndrome antes da pandemia, o que equivale a 33 milhões de pessoas. Número que pode ter aumentado em consequência do novo coronavírus. Na sexta-feira (25), a UEL FM apresenta “Menstruar é normal”, que busca acabar com o incômodo de falar sobre menstruação. O documentário traz relatos de pessoas que compartilham suas experiências com o ciclo menstrual. Mais de 30% da população brasileira menstrua, o que equivale a 60 milhões de mulheres e meninas.

Já os perfis de Simone Mazzer, Janete El Haouli, Edna Aguiar, Jéssica Paula, João Antonio, Renato Forin, Mafalda Bongiovani, Tiago Pyn Tánh de Almeida, Urse Brevilheri e Yá Mukumby irão ao ar entre os dias 3 de 16 de março.  E o documentário Entretons, sobre a rejeição do Conselho LGBTQIA+ pela Câmara de Vereadores de Londrina, está programado para ser veiculado em abril. 

Saúde e viagens

A Revista do Meio-Dia também terá a coluna “Conversa na cozinha – nutrição e saúde no dia a dia”, com a nutricionista Valéria Mortara. Ela propõe que cada pessoa aprenda o que o próprio organismo precisa para funcionar bem. E a volta de Matraqueando, com a jornalista Silvia Oliveira, formada na UEL, que sugere roteiros de viagens nacionais e internacionais. A coluna tinha sido suspensa no início da pandemia e agora, com o retorno gradual do turismo, Silvia avaliou que é um bom momento para a retomada.

Em março, a revista vai veicular a segunda temporada da série “Mulheres em movimento”, produzida por alunos da Universidade Pitágoras/Unopar. Para a editora da Revista do Meio-Dia, Valéria Giani, as produções dos estudantes de jornalismo trazem uma grande contribuição para os ouvintes da Rádio UEL.  “São conteúdos informativos importantes para a construção de um olhar mais abrangente dos problemas sociais”. Ela também comenta a proposta da nutricionista que assina “Conversa na cozinha” e a volta de “Matraqueando”. “As colunistas têm forte relação com a UEL, hoje são especialistas em suas áreas de atuação e focadas na disseminação do conhecimento adquirido”.

Além de colunas e notícias da UEL, a Revista do Meio-Dia traz assuntos da editoria de cultura e, em sua quarta temporada, a música estará mais presente, especialmente com a divulgação dos trabalhos de artistas londrinenses. De 21 a 25 de fevereiro, a música de Rodolfo Rainer, Joyce Cândido, Paulo Vitor Poloni, Luiz Henrique Mioto e Osório Perez, do Clube do Choro, com o projeto Ópera Mundi.

De acordo com Valéria, a nova temporada também representa o retorno presencial da equipe do jornalismo, depois de quase dois anos de gravações de entrevistas via WhatsApp e por telefone. “É uma alegria poder estar de volta ao campus”, garante. Também integram a produção da Revista do Meio-Dia as jornalistas Patrícia Zanin e Eliete Vanzo, com áudio de Ricardo Lima.

Serviço

Revista do Meio-Dia 4ª temporada estreia segunda-feira (21).

Em 107,9 MHz e no aplicativo da UEL FM.

(Com texto e informações da UEL FM).

banner mestrado
banner-03
previous arrow
next arrow
Leia também