Parceiros discutem o projeto Estações na Estrada que cria identidade de pontos turísticos do PR

Parceiros discutem o projeto Estações na Estrada que cria identidade de pontos turísticos do PR

O objetivo é construir modelo de projeto que abrange 15 regiões turísticas do Paraná.

Pedro Livoratti

Agência UEL


Representantes da Invest Paraná se reuniram nesta terça-feira (22) com o reitor da UEL, Sérgio Carvalho, para apresentar as diretrizes de uma consultoria que é realizada pela Universidade, por meio da equipe do Núcleo Interdisciplinar de Gestão Pública (NIGEP). O objetivo é apontar o modelo para um projeto relacionado ao turismo paranaense, que prevê a estruturação de Estações na Estrada, pontos de permanência, serviços e apoio que deverão ser implantados nas 15 regiões turísticas do Paraná.

A equipe do Nigep já coletou informações nas três cidades que abrirão os projetos piloto – Morretes, Guarapuava e São José dos Pinhais. A proposta das Estações na Estrada foi aplicada originalmente na cidade japonesa de Hyogo, co-irmã de Londrina, como ponto de atendimento ao turista, com bons resultados. Caberá ao Nigep da UEL fazer a modelagem técnica, além da indicação econômico-financeira. Para viabilizar esse modelo, a equipe visitou as três cidades que abrigarão o projeto piloto. O objetivo foi identificar informações in loco, interesses e valores.

Iniciativa conta com apoio técnico da equipe do Núcleo Interdisciplinar de Gestão Pública, que é formado por professores e alunos.

O reitor Sérgio Carvalho lembrou que o Nigep é constituído por pesquisadores – professores e estudantes – de vários cursos de graduação, que apresentam metodologias de gestão, podendo ainda pesquisar, assessorar e propor políticas públicas. O Núcleo tem como objetivos produzir e apontar novas metodologias que permitam eficiência, eficácia e efetividade em gestão pública.

Hub do turismo

O Gerente de Desenvolvimento Econômico da Invest, Bruno Antonio Banzato, salientou que as Estações na Estrada são ferramentas importantes para profissionalizar o hub do turismo. Elas servirão de pontos de parada, apresentando diversos serviços como alternativa de descanso, comercialização de artesanato regional e de produtos locais, fortalecendo a identidade dos pontos turísticos.

Gerente de Desenvolvimento Econômico da Invest, Bruno Antonio Banzato, professor Saulo Amâncio Vieira (ao centro) e o reitor da UEL, Sérgio Carvalho.

Também participaram da reunião, no gabinete da reitoria, o consultor em Desenvolvimento Econômico da Invest, Bruno Aguiar Casagrande, a diretora do Escritório Regional da Paraná Turismo/Londrina, Sandra Camacho e as residentes técnicas do órgão, Kelly Ogawa e Luiza Stupasulla. A equipe do Nigep esteve representada pelos professores Saulo Amâncio Vieira, Vera Lúcia Suguihiro, Eduardo Contani e Luis Miguel Luzio dos Santos.

banner mestrado
banner-03
previous arrow
next arrow
Leia também