Palestra sobre envelhecimento ativo marca abertura da programação 2022 da UNATI

Palestra sobre envelhecimento ativo marca abertura da programação 2022 da UNATI

A programação prevê a realização de oficinas, minicursos, rodas de conversas, cinema, além da produção de programas de rádio e outras atividades.

Isabella Abrão*

Agência UEL


O Programa Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI) promoveu, nesta terça-feira (26), a palestra “Envelheci! E agora? Vamos conversar sobre isso!”, com o professor Marcos Cabrera, do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UEL. A palestra fez parte do evento de abertura da programação de atividades presenciais da UNATI em 2022, que também teve apresentação cultural do Coro Tempos Dourados, da Casa de Cultura. O evento foi realizado no Anfiteatro do CESA, com apoio da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (PROEX) e da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI).

O foco da palestra foi a importância de refletir sobre a própria trajetória e história individuais. O professor relembrou que é possível ser idoso e, ainda assim, viver a vida de forma intensa. Segundo Marcos Cabrera, para se ter uma boa velhice é necessário buscar formas de manter-se ativo, “fisicamente, mentalmente, socialmente, afetivamente e espiritualmente”.

Com Anfiteatro do CESA lotado, médico e professor do CCS, Marcos Cabrera, ressaltou a importância de uma vida ativa na velhice.

Na abertura, o evento contou com a participação do vice-reitor da UEL, Décio Sabbatini Barbosa; da Pró-reitora de Extensão, Mara Solange Gomes Dellaroza; da representante da Secretaria Municipal do Idoso, Ana Karina Anduchuka; e do coordenador da UNATI, professor Denilson Teixeira, do Centro de Educação Física e Esporte (CEFE). Também compareceram ao Anfiteatro diretores e vice-diretores dos Centros de Estudos da UEL, ex-integrantes do projeto e discentes e docentes da Instituição, bem como idosos da comunidade externa.

Programação 2022

De acordo com Denilson Texeira, o projeto tem como compromisso promover a reflexão sobre a adequação e qualidade dos serviços oferecidos aos idosos, acompanhando uma sociedade que está em constante transformação. “A UNATI acima de tudo busca trazer maior visibilidade aos idosos, mediante uma participação ativa e de acolhimento, visando aperfeiçoamento mútuo entre idosos e comunidade acadêmica para a integração e construção de saberes e possibilidades para um envelhecimento com mais qualidade”, afirmou o coordenador.

A programação de 2022 da UNATI conta com oficinas, minicursos, rodas de conversas, cinema e produção de programas de rádio vinculados as áreas de artes visuais, comunicação, letras, fisioterapia e educação física. Além da grade de atividades já formatada, o projeto tem como meta possibilitar que os idosos possam ingressar na Universidade como alunos especiais nas disciplinas de graduação. Há também intenção de criar um canal de escuta para atender melhor os interesses e necessidades dos integrantes do programa.

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas através do e-mail unati@uel.br.

(*Isabella Abrão – estagiária na COM/UEL – sob supervisão da Editora Mirian Peres da Cruz).

banner mestrado
banner-03
previous arrow
next arrow
Leia também