Sub Grupo da Covid-19 recomenda uso de máscara em ambientes internos da UEL

Sub Grupo da Covid-19 recomenda uso de máscara em ambientes internos da UEL

Reunido na tarde desta terça-feira (29), o Sub Grupo de Acompanhamento da Covid-19 da UEL apresentou análise ao Gabinete da Reitoria apontando a importância de  manter a utilização de máscaras de proteção nos ambientes internos da Universidade. Embora a taxa de transmissão venha reduzindo ao longo das semanas, a pandemia está presente e, no entender […]

Reunido na tarde desta terça-feira (29), o Sub Grupo de Acompanhamento da Covid-19 da UEL apresentou análise ao Gabinete da Reitoria apontando a importância de  manter a utilização de máscaras de proteção nos ambientes internos da Universidade. Embora a taxa de transmissão venha reduzindo ao longo das semanas, a pandemia está presente e, no entender dos membros do Sub Grupo, não se deve precipitar ações que possam colocar em risco grupos populacionais mais vulneráveis. A reunião foi convocada para avaliar os impactos do Decreto Estadual 10.596/2022, assinado nesta terça pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, que liberou a circulação de pessoas sem máscaras em locais internos em todo o estado.

O coordenador do Grupo Sanitário e vice-reitor da UEL, Décio Sabbatini Barbosa, explicou que a decisão representa uma sugestão e considera fatores e situações relacionados à cobertura vacinal, taxa de transmissão, pressão nos espaços de assistência à saúde e ao clima. Segundo ele, idosos com mais de 80 anos começam agora a receber uma nova dose de reforço (quarta dose) contra a Covid-19, da mesma forma que alguns grupos etários (crianças com menos de seis anos) ainda estão na segunda dose e, portanto, com esquema vacinal incompleto.

Soma-se a isso as temperaturas amenas do outono, com tendência de aulas e atividades acadêmicas em ambientes fechados e com pouca ventilação. A preocupação, embora os casos nas unidades de referência tenham caído vertiginosamente, é quanto ao aparecimento de novas variantes ou sub variantes potencialmente perigosas.

“Depois de tanto esforço, optamos por manter a cautela nesse momento, observando dados técnicos, números e tabulando todas as informações”, definiu o vice-reitor. Segundo ele, fundamental continuar a monitorar e analisar o reflexo das decisões do governo estadual e municipais e a relação com os índices da pandemia.

Novo Decreto

O Decreto Estadual 10.596/2022 libera a circulação de pessoas sem máscaras em locais internos, revogando os dispositivos da norma anterior e mantém a orientação para a Secretaria de Estado da Saúde (SESA) regulamentar o uso em alguns espaços como transporte público, unidades de saúde e clínicas, com caráter de recomendação.

A medida leva em consideração a situação estável da circulação do vírus que provoca a Covid-19 no Estado, com internamentos, óbitos e taxa de transmissão em queda consistente. A alteração é um complemento da flexibilização do uso do equipamento de proteção individual em locais externos, assinada em 16 de março.

banner mestrado
banner-03
previous arrow
next arrow
Leia também