Incubadora do Tecpar lança edital para seleção de startups da área da saúde

Incubadora do Tecpar lança edital para seleção de startups da área da saúde

A Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) abriu um edital específico para seleção de startups da área da saúde voltada para empresas paranaenses com projetos inovadores, que necessitam de apoio para desenvolver seus negócios. Interessados podem acessar o site da Tecpar, na aba “Chamamento Público”. Para participar, o empreendedor deve entregar a documentação indicada até o […]

Pedro Livoratti

Agência UEL


A Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) abriu um edital específico para seleção de startups da área da saúde voltada para empresas paranaenses com projetos inovadores, que necessitam de apoio para desenvolver seus negócios. Interessados podem acessar o site da Tecpar, na aba “Chamamento Público”. Para participar, o empreendedor deve entregar a documentação indicada até o dia 20 de julho. As propostas podem ser enviadas por e-mail (licitacao@tecpar.br), via correio ou pessoalmente. 

O edital foi lançado durante a reunião do grupo de trabalho do Rotas Estratégicas para o Futuro da Indústria Paranaense, o Roadmap Biotecnologia 2031. O projeto é uma iniciativa do Observatório Sistema Fiep em parceria com o Tecpar, para fortalecer a área de biotecnologia no Paraná. O edital oferece quatro vagas para incubação na modalidade residente, no campus Curitiba, e cinco para não residentes.

Selo Tecpar de Inovação

A Intec vai selecionar propostas de produto, processo, design ou serviço inovador, que serão analisadas de acordo com a metodologia do Selo Tecpar de Inovação. Elas devem estar alinhadas aos seguintes temas prioritários da área da saúde: modelos biológicos, engenharia biomédica, imunobiologia e bioprodutos.

Na área de engenharia biomédica, podem ser apresentadas novas tecnologias para próteses, órteses, dispositivos implantáveis, equipamentos de suporte à vida, dispositivos e equipamentos de monitoramento e diagnóstico. A preferência é que estas aplicações utilizem o conceito de Internet das Coisas (Iot) e redes 5G.

Também serão aceitas propostas para terapia, reabilitação e prevenção de enfermidades. Já em modelos biológicos, a intenção do edital é avaliar métodos alternativos ao uso de animais de laboratório. Em imunobiologia, serão aceitas novas soluções em kits de diagnóstico, vacinas ou outros imunobiológicos demandados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também