UEL implanta novas plataformas virtuais para atividades acadêmicas

UEL implanta novas plataformas virtuais para atividades acadêmicas

Novo sistema de inclusão de estudantes visa à operacionalização da curricularização da extensão.

A UEL passa a contar, a partir de hoje, com um novo sistema automatizado de inclusão de estudantes em atividades acadêmicas de ensino e extensão, mais especificamente projetos e programas, o que deve facilitar a gestão das informações envolvidas tanto para os alunos quanto para as pró-reitorias envolvidas. A implantação das novas plataformas virtuais visa à operacionalização da Creditação Curricular da Extensão, regulamentada pelas Resoluções 089/2019 (Conselho Universitário) e 039/2021 (CEPE/CA).

Atualmente, quando um professor deseja incluir um aluno num projeto de extensão, por exemplo, ele deve baixar um formulário, preencher e devolver à Divisão de Projetos da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (PROEX). Depois, quando o aluno tiver que entregar o relatório, igualmente deve baixar um arquivo em Word, preencher e enviar por e-mail para ser homologado pelo professor.

Com o novo sistema, ficará mais simples a inclusão individual ou de grupos de estudantes de graduação e pós-graduação em projetos e programas de ensino e de extensão. Outra funcionalidade é a submissão do relatório final elaborado pelos estudantes que participaram de projetos e programas de ensino e extensão, por meio dos portais respectivos. Será possível ainda a aprovação ou alteração do relatório final do estudante pelo docente orientador, pelo seu portal.

As novas plataformas são resultado do esforço conjunto da PROEX, Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), Assessoria de Tecnologia da Informação (ATI), Câmara de Extensão e Câmara de Graduação. Os novos serviços estarão disponíveis nos portais docente e estudante, onde poderão fazer a gestão das informações.

Nesta primeira etapa, serão atendidos os estudantes que ingressarem ou estiverem atuando nos projetos ou programas de extensão na função de colaboradores, isto é, não bolsistas. Significa que as rotinas de inclusão e submissão de relatórios não serão mais processadas manualmente pela PROGRAD, PROEX e docentes, mas eletronicamente.

Atividades de extensão serão incorporadas no currículo dos estudantes de Graduação.
Segundo a nova legislação, 10% da carga horária dos cursos de graduação devem ser de atividades de extensão (Agência UEL)

Curricularização da extensão

Em uma etapa futura, o novo sistema contemplará por completo a curricularização da extensão, que prevê que 10% da carga horária de todos os cursos de graduação sejam de atividades extensionistas, ou seja, cursos, eventos, projetos ou programas de extensão. Na prática, as horas de participação em atividades de extensão poderão ser aproveitadas, à semelhança do que ocorre com as atividades complementares da graduação.

A Diretora de Eventos da PROEX, Zilda Andrade, explica que, sem esta primeira etapa de implementação, não seria possível avançar para as outras, e que no final todas as informações estarão conjugadas. Ela expõe que na UEL existem as atividades de extensão (AEx) indicadas e livres. Para as primeiras o sistema já é automatizado, mas, para as outras, feitas pelos alunos voluntariamente, é preciso que eles solicitem a contagem das horas. O novo sistema é fruto de mais de dois anos de trabalho com a ATI, segundo ela.

Já o Diretor de Programas, Projetos e Iniciação Extensionista da PROEX, Paulo Antonio Liboni Filho, destaca que cada etapa foi elaborada com extenso planejamento, em detalhes como cada formulário, dentro de um diagrama completo que prevê esta implementação progressiva. Mas os serviços terão acesso simples, desburocratizado, intuitivo e integrados com os demais sistemas de informação da PROEX e da PROGRAD. “Os estudantes poderão acompanhar tudo por um Banco de Horas”, informa Liboni.

Aprimoramento dos sistemas

Na avaliação de Humberto Ferreira, Diretor de Desenvolvimento de Sistemas da ATI, a implementação neste momento antecipa uma grande demanda que virá com a efetiva implantação do sistema de creditação. Ele destaca a preocupação da PROEX em melhorar o sistema anos antes de a própria Resolução regulamentar a ideia. “Pudemos planejar tudo, envolvendo várias equipes da ATI, como as divisões responsáveis pelos sistemas de projetos e de graduação, além da Fábrica de Software. Com este sistema será possível operacionalizar várias ações. Demos prioridade”, expõe.

Por sua vez, a Diretora de Apoio à Ação Pedagógica da PROGRAD, professora Ana Márcia de Carvalho, destaca que este grande conjunto de funcionalidades vem suprir uma necessidade que já existia, independente da curricularização da extensão, e que já era desejo das duas pró-reitorias aprimorar o sistema. Ela diz que as mudanças serão importantes não só para alunos e professores envolvidos nos projetos de ensino, mas também para os Colegiados de cursos. A diretora reforça que, nesta primeira fase, as horas dos projetos de ensino não poderão ser aproveitados, mas que numa segunda fase, a integração permitirá computar as horas.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também