Congresso Brasileiro de Raciocínio Clínico recebe inscrições até 26 de julho 

Congresso Brasileiro de Raciocínio Clínico recebe inscrições até 26 de julho 

Segunda edição do congresso reúne profissionais, estudantes e professores entre os dias 28 e 30 de julho.

Vitor Struck

Agência UEL


A segunda edição do Congresso Brasileiro de Raciocínio Clínico, que será realizada de forma online entre os dias 28 e 30 de julho, está com as inscrições abertas. Voltado para a discussão de casos clínicos considerados de maior complexidade e que exigem dos profissionais médicos mais agilidade e precisão na identificação das causas dos sintomas, o evento conta com organização e participação de ex-estudantes e docentes da UEL, além de instituições como a Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O prazo para profissionais das áreas da saúde, pesquisadores, docentes e estudantes se inscreverem e garantirem o valor promocional é 26 de julho. 

Professor da Área de Clínica Médica e coordenador do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Medicina, Leandro Diehl preside o Congresso e estará presente discutindo casos clínicos ao longo de todo o evento. Membro da equipe que coordena o site Raciocínio Clínico, ele lamenta que a ampla maioria dos cursos de Medicina do País deixe de abordar o tema de forma sistemática. “Hoje em dia, o modelo de formação médica da maioria das universidades acaba privilegiando dois dos três requisitos básicos para se diagnosticar: a coleta de dados e o conhecimento das doenças. Só que existe um pré-requisito que liga uma ponta a outra, que é raciocínio clínico”, explica.

Embora sejam muitos os fatores que determinam se os pacientes irão responder bem ao tratamento, a consequência deste modelo de ensino acaba aparecendo ano após ano. “Temos muitos estudos sobre como e onde ocorrem os erros, que são as falhas no processo de raciocínio mesmo. A grande questão é que este assunto não é abordado em praticamente nenhuma escola”, lamenta.

Questionado sobre quais são as principais doenças alvos de erros diagnósticos, Diehl cita as doenças cardiovasculares e as neoplásicas, como o câncer de pulmão. Completa a lista o grupo das doenças infecciosas. “As doenças que mais ocorrem erros são as doenças mais comuns, até por, proporcionalmente, possuírem uma maior variedade de apresentações.”

Participantes do Segundo Congresso Brasileiro de Raciocínio Clínico terão direito a certificado com carga horária de 20 horas. Além disso, todas as atividades serão gravadas e ficarão disponíveis para os inscritos por até um ano após o evento. O Congresso conta com o apoio de instituições como a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (ABRAMED), a Academia Paranaense de Medicina, as associações médicas do Paraná (AMP) e de Londrina (AML) e o programa Choosing Wisely Brasil.

Programação

Entre os palestrantes confirmados, estão o Victor Montori, da Mayo Clinic, um dos
maiores pesquisadores do mundo na área do cuidado ao paciente; a equipe do NEJM
Healer, uma nova ferramenta do New England Journal of Medicine para educação em
raciocínio clínico, e a Silvia Mamede, médica brasileira radicada na Holanda e
pesquisadora da Erasmus University, além de várias referências nacionais na área do
raciocínio clínico. Também haverá discussões de casos clínicos para demonstrar etapas e ferramentas do raciocínio diagnóstico, com participação ao vivo dos congressistas. Os casos serão apresentados pelos editores do site Raciocínio Clínico (Leandro Diehl, Fabrizio Prado e Pedro Gordan) e por Reza Manesh e Rabih Geha, do site Clinical Problem Solvers.

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também