Projetos de extensão com foco no empoderamento feminino receberão quase 500 mil reais

Projetos de extensão com foco no empoderamento feminino receberão quase 500 mil reais

A UEL deverá receber R$ 492.312, 49 de recursos para oito projetos de extensão, de diferentes áreas, com foco no empoderamento feminino, aprovados na Chamada Pública 02/2022. Os projetos deverão ser iniciados a partir da segunda quinzena de setembro e atuarão diretamente na formação de mulheres para a liderança em Londrina e região. Os recursos […]

publicado por

Agência UEL


A UEL deverá receber R$ 492.312, 49 de recursos para oito projetos de extensão, de diferentes áreas, com foco no empoderamento feminino, aprovados na Chamada Pública 02/2022. Os projetos deverão ser iniciados a partir da segunda quinzena de setembro e atuarão diretamente na formação de mulheres para a liderança em Londrina e região. Os recursos foram liberados proporcionalmente à nota que obtiveram no processo de avaliação. Quase todos preveem bolsas de Iniciação à pesquisa/extensão e os valores variam entre 44 e 72 mil reais.

Segundo o diretor de Programas, Projetos e Iniciação Extensionista da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (PROEX), Paulo Liboni Filho, a lista final de contemplados será divulgada no dia 30 de agosto.

Os projetos aprovados e respectivos coordenadores são:

“Meninas na ciência: módulo saúde-doença” – Alessandra Lourenço Cecchini Armani (Ciências Patológicas);

“O Protagonismo das professoras da infância e as relações étnico-raciais: proposições lúdicas a partir de jogos, brinquedos, brincadeiras e hora do conto” – Jefferson Olivatto da Silva (Psicologia Social e Institucional);

“Incentivando meninas para as áreas de STEM através da cultura maker” – Maria Bernadete Morais França (Engenharia Elétrica)

“Mulheres que transformam o Paraná com a seda” – Renata da Rosa (Biologia Geral);

“Um novo sorriso” – Ricardo Sérgio Couto de Almeida (Microbiologia);

“Implementação do Observatório da Violência de Londrina” – Sandra Lourenço de Andrade Fortuna (Serviço Social);

“Violência de gênero e empoderamento de mulheres em desproteção social: mulheres apenadas e atendidas pelo CREAS em Londrina” – Silvana Aparecida Mariano (Ciências Sociais);

“Ativismo e liderança de mulheres em causas sociais e ambiente: criando espaços de potencialização afetiva” – Sonia Regina Vargas Mansano (Psicologia Social e Institucional).

Leia também