Museu Histórico de Londrina integra Rede Estadual de Museus Universitários

Museu Histórico de Londrina integra Rede Estadual de Museus Universitários

Objetivo é criar espaço de diálogo entre os gestores de museus e centros de memória do estado.

O Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss, órgão suplementar da UEL, vai integrar, a partir desta segunda-feira (20), a Rede Estadual de Museus Universitários, que será lançada pelo Governo do Estado. O lançamento da rede ocorre durante a abertura da 15ª Primavera dos Museus – “Perdas e recomeços: para refletir a função dos museus neste momento” – que ocorre até 26 de setembro, de forma híbrida, com eventos presenciais e online logo.

O objetivo da Rede de Museus é estabelecer diálogo contínuo entre os gestores de centros de memórias e museus para fortalecer o acervo histórico da ciência no Paraná. O lançamento contará com a participação do superintendente de Ciências, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), Aldo Bona, além de gestores de espaços de memória e diretores de instituições culturais de todo o Estado. A programação ocorre de forma remota, via Google Meet, com transmissão ao vivo pelo YouTube.

“As instituições saem fortalecidas na medida em que trocam experiências, buscam soluções conjuntas junto ao Estado e passam a funcionar efetivamente em rede. O lançamento dessa rede já pode ser visto como um primeiro resultado da aproximação entre gestões dos museus das universidades do Paraná”, pontua o coordenador de política de museus universitários da SETI, Renê Wagner Ramos, sobre o lançamento da Rede de Museus.

Diálogo entre instituições

Segundo a diretora do Museu Histórico de Londrina e professora do Departamento de História, do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH) da UEL, Edméia Ribeiro, o Museu Histórico vem participando das discussões da criação da rede desde 2020, uma oportunidade de estreitar relações com instituições similares em todo o Paraná.

“O objetivo é criar esse espaço de diálogo entre gestores de museus e centros de memória e fortalecer acervos históricos. Também tem a intenção de fazer circular exposições com mais facilidade nos espaços dos museus universitários”, explica a diretora.

(Com informações da AEN).

Divulgação do vestibular da UEL - 2021
Leia também