UEL chega aos 50 anos de reconhecimento dia 7 de outubro com extensa programação de aniversário

UEL chega aos 50 anos de reconhecimento dia 7 de outubro com extensa programação de aniversário

O tradicional Plantio da Peroba, árvore símbolo da Universidade, dia 7 de outubro, prevê a participação de ex-reitores e autoridades.

7 de outubro de 1971. Essa é a data em que a então Fundação Universidade Estadual de Londrina – criada a partir da junção de cinco Faculdades – conquistou o reconhecimento e tornou-se Universidade Estadual de Londrina. Hoje, a Instituição que já formou mais de 83 mil profissionais, é mundialmente conhecida pela excelência no ensino, pesquisa e extensão. Prestes a completar 50 anos de reconhecimento na próxima semana, dia 7 de outubro, a UEL divulga extensa programação de aniversário, que teve início em 2021 com a realização do Concurso de Contos e o Concurso para escolha do Selo Comemorativo alusivo aos 50 anos.

A programação de aniversário, que segue até o início de 2022, traz eventos tradicionais, apresentações artísticas e homenagens para marcar o aniversário da maior Universidade Estadual do Paraná. As comemorações oficiais foram abertas na quinta-feira (30) com solenidade “HU in Concert”, no Cine Teatro Ouro Verde, que contou a presença do Governador Carlos Massa Ratinho, do Superintendente Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona, do reitor da UEL, Sérgio Carvalho, do vice-reitor, Décio Sabbatini Barbosa, e da superintendente do HU/UEL, Vivian Feijó, do Prefeito de Londrina Marcelo Belinati, além de autoridades locais e estaduais.

UEL figura entre as maiores prestadores de serviço do Paraná, especialmente na área de saúde. Ao completar cinco décadas de reconhecimento já formou mais de 83 mil profissionais (FOTO: Arquivo/COM).

UEL em dados e números

Hoje, a UEL coleciona números superlativos reunindo mais de 17 mil estudantes, 53 cursos de graduação, 184 cursos de pós-graduação, entre especialização, Residências e programas de mestrado e doutorado. E o quadro funcional tem mais de 4 mil professores e servidores, incluindo o Hospital Universitário (HU/UEL). Possui 1.893 projetos de ensino, pesquisa e extensão, envolvendo 11.830 participantes, portanto, docentes, alunos da graduação e pós-graduação e agentes universitários.

Juntos os bolsistas são ao todo 804, com bolsas da Capes, CNPq e PROEX. Outro número que chama atenção vem da Iniciação Científica, Iniciação Científica Júnior, Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, que juntas somam 947 bolsistas.

Para o reitor, Sérgio Carvalho, comemorar cinco décadas representa reconhecer o esforço criativo de mulheres e homens ainda na década de 1970. “É a história de dedicação de muitas pessoas à educação superior. Dedicação à Instituição que carrega como missão o compromisso com os paranaenses, brasileiros e com a própria humanidade, conectando-se às culturas e dilemas e buscando contribuir com o desenvolvimento e a transformação social, econômica, política e cultural”, salienta ele sobre a importância da Universidade.

No ano que celebra a sua história, sem dúvida também se consolida como lugar de formação profissional qualificada, polo de ensino e pesquisa e inovação, além da maior prestadora de serviço de Londrina e região. Sempre rankeada entre as melhores do país, a UEL cresceu junto com a cidade de Londrina e foi acumulando títulos, reconhecimentos e avaliações premiadas ao longo dos anos, resultado da atuação perseverante de professores, pesquisadores, alunos e servidores.

Repercussão

Neste fim de semana (dias 2 e 3 de outubro) a Coordenadoria de Comunicação da Universidade em parceria com a Folha de Londrina publicam um jornal especial. O impresso vai resgatar parte desta história de cinco décadas e apontar por meio de entrevistas e pesquisas as perspectivas da Universidade para os próximos anos. Além do conteúdo editorial produzido pelo Jornal, a UEL vai encartar o Jornal Notícia Especial – 50 anos UEL, com 16 páginas e tiragem de 12 mil exemplares, que será distribuído aos leitores em todo o Paraná.

Em outra iniciativa da imprensa, a RPCTV veicula no sábado (2), às 11h45, o Programa “Meu Paraná”, que será dedicado à Universidade, com entrevistas e imagens históricas sobre o surgimento e o desenvolvimento da UEL em meio à ditadura militar. O programa também vai destacar serviços ofertados e pesquisas em andamento, desenvolvidas por professores e alunos.

Tradicional Plantio no Bosque Perobal

No dia 7 de outubro será realizado o tradicional Plantio da Peroba, a partir das 9 horas, no Bosque Perobal, no Campus Universitário. A peroba é a árvore símbolo da UEL, espécie que era abundante na área em que hoje está o Campus Universitário.

Foram convidados a realizar o plantio simbólico várias autoridades, entre elas ex-reitores e vice-reitores da UEL. Uma das presenças confirmadas é a do primeiro reitor da UEL, médico Ascêncio Garcia Lopes (1970/1974). Aos 92 anos, doutor Ascêncio guarda várias memórias dos primeiros anos da Universidade e da sua implantação na então Fazenda Perobal.

(Divulgação/UEL)

Homenagens

No dia 18 de outubro será feita uma homenagem ao ex-reitor da UEL, Pedro Gordan (2001/2002), que receberá o título de Professor Emérito. A cerimônia será realizada no Anfiteatro do Hospital Universitário (HU/UEL), a partir das 19 horas, com a participação de diversos convidados e autoridades. Além de reitor, Pedro Gordan foi professor do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UEL e participou do grupo de médicos nefrologistas responsáveis pelo primeiro transplante renal realizado no Paraná, em junho de 1973, nas dependências do HU, cirurgia com grande repercussão nacional.

No dia 28 de outubro, a Administração da UEL realiza o Dia do Servidor que deverá envolver a comunidade interna. A programação prevê almoço especial preparado no Restaurante Universitário, exposição de contos alusivos aos 50 anos da Universidade, distribuição de brindes e programação cultural

Área acadêmica – O aniversário também será lembrado durante a realização do III Pró-ensino: mostra anual de atividades de ensino da UEL, que será realizado conjuntamente com o IV Encontro anual de Extensão Universitária e X Simpósio de Extensão (Por Extenso). As atividades estão programadas para serem realizadas de forma remota, nos dias 18 e 19 de novembro.

Ainda na área acadêmica, a Universidade sedia o XIV JOPARPET 2020 – Jornada Paranaense dos grupos pet: o pet e os objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que será realizada de 13 a 15 de novembro, também em formato remoto e virtual. A programação de aniversário ainda inclui XXX Encontro Anual de Iniciação Científica (Eaic 2021), no dia 24 de novembro, e o XI Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação (EAITI), que será realizado no dia 2 de dezembro.

A programação oficial dos 50 anos segue dias 25 e 26 de novembro com dois concertos da Orquestra Sinfônica (OSUEL), que fará apresentações no Cine Teatro Ouro Verde. Serão os primeiros concertos da OSUEL desde o início da pandemia, em março do ano passado. As apresentações serão possíveis a partir de normativa assinada no último dia 21 de setembro pelo governador Ratinho Junior alterando o decreto nº 8.705/2021 e ampliando a capacidade de público em eventos fechados.

De acordo com a normativa, estão liberados eventos delimitados, com capacidade máxima de lotação de 50%, desde que não ultrapasse o limite de 2 mil pessoas. Os participantes devem estar com o esquema vacinal completo contra a Covid-19 ou apresentar exame RT-PCR negativo, com no máximo 48 horas de antecedência.

Decreto nº 69.324

Criada por Decreto em 28 de janeiro de 1970, a partir da junção de cinco Faculdades, a Universidade foi oficializada enquanto Instituição de Ensino Superior em 7 de outubro de 1971, por meio Decreto nº 69.324, expedido pelo então Ministério da Educação e Cultura. Desde então, a data oficial de comemoração do aniversário passou a ser em outubro, quando a comunidade universitária relembra parte dessa trajetória.

Campus Universitário no início dos anos 1970 (FOTO: Arquivo/SAUEL).

Realização

Toda programação dos 50 anos de reconhecimento da UEL, que prosseguem em 2022, conta com realização e apoio dos seguintes setores: Coordenadoria de Comunicação (COM/UEL), Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Sociedade (PROEX), Pró-reitoria de Graduação, Museu Histórico de Londrina, Hospital Universitário UEL FM e TV UEL, Sistema de Bibliotecas/Biblioteca Central, Gabinete da Reitoria e Centros de Estudos da Universidade.

Divulgação do vestibular da UEL - 2021
Leia também