Projeto do CCH oferece minicurso de História do Brasil para vestibulandos

Projeto do CCH oferece minicurso de História do Brasil para vestibulandos

Serão quatro semanas de aulas, inclusive com atividades práticas, cujo objetivo é abordar todos os períodos da história brasileira.

Willian C. Fusaro

Agência UEL


O minicurso Fica a Dica: Temas da História do Brasil para Vestibulandos está com inscrições abertas para estudantes do 3º ano do Ensino Médio da rede pública que queiram aperfeiçoar seus conhecimentos de História do Brasil para a prova da UEL. As inscrições são gratuitas e terminam sexta-feira (23) – INSCRIÇÕES/AQUI. As aulas iniciam no dia 26 deste mês e vão até 21 de maio. A data do Vestibular UEL 2021 é 30 de maio.

Segundo a coordenadora do minicurso e professora do Departamento de História, do Centro de Letras e Ciências Humanas (CCH), Ana Heloísa Molina, durante as quatro semanas de aulas, os estudantes verão temas relacionados a todos os períodos da história brasileira: Colônia, Império, República e Brasil Contemporâneo. Serão abordados temáticas como a Semana de Arte Moderna de 1922, a Revolta dos Malês (1835), o Tropicalismo (movimento cultural da década de 60), o processo de independência e as invasões holandesas no Nordeste brasileiro durante o período colonial.

Minicurso conta com a participação de sete estagiários do 4º ano de História do CCH.

O minicurso se divide em quatro semanas, com uma semana para tratar cada período histórico. Ao todo, serão 12 horas de aula por semana, com quatro encontros semanais, às segundas, terças, quartas e quintas-feiras. Para cada 1h30 de aula síncrona, os estudantes terão 1h30 para desenvolverem atividades práticas assíncronas, como leitura e interpretação de documentos, por exemplo.

A temática do curso – história brasileira – foi escolhida observando demandas dos próprios estudantes. “No Ensino Médio, os estudantes veem esses conteúdos no 1º ano. Até por isso é interessante revisitar esses assuntos antes do vestibular”, comenta. O projeto, a primeira iniciativa nesse sentido, deve reunir até 40 estudantes por sala virtual. “Não é possível fazer com salas muito grandes porque prejudica a qualidade do ensino e a orientação das atividades práticas”, explica a professora.

Ensino – Além de Ana Molina, o minicurso conta com a participação de sete estagiários do 4º ano de História do CCH, que ministram as aulas supervisionados pela professora. Um dos objetivos do grupo, além de proporcionar conteúdo para revisão dos estudantes e fortalecer as relações entre ensino, pesquisa e extensão, é aproximar os futuros professores de História das modalidades de ensino remoto e à distância, que, segundo a professora, vieram para ficar, mesmo em um cenário livre da pandemia do novo coronavírus. 

“Enquanto educadores, temos a consciência de que essas atividades remotas vão permanecer, ainda que de outro modo, misturadas às presenciais. Então, temos que proporcionar formas de aperfeiçoas as habilidades desses estudantes no que se refere às novas metodologias e tecnologias de mediação com os seus alunos”, finaliza.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também