Projeto Lonarte entrega aventais a trabalhadores de cooperativa de reciclagem

Projeto Lonarte entrega aventais a trabalhadores de cooperativa de reciclagem

Ao todo, cinco cooperativas de Londrina receberam 400 aventais. Materiais feitos em PVC e poliéster podem ser utilizados em esteiras de separação de materiais.

Willian C. Fusaro

Agência UEL


O Projeto de Extensão Lonarte entregou, na manhã desta quinta-feira (9), 99 aventais a trabalhadores da cooperativa de recicláveis Cooper Região. A entrega faz parte da campanha Adote um avental, que destinou, ao todo, 400 peças para trabalhadores de cinco cooperativas de Londrina. Os materiais, feitos a partir de banners usados por grupos de costureiras, foram destinados a cooperados que trabalham nas esteiras e na separação de resíduos.

Segundo Maria José Sartor, da coordenação do Projeto Recicla UEL e integrante do Lonarte, a ideia inicial era a produção de sacolas ecológicas, as “ecobags”. “Com a entrada da pandemia, vimos que havia uma demanda por aventais para esses trabalhadores”, afirmou. O projeto realizou uma campanha, que arrecadou, nos últimos meses, R$ 3 mil da comunidade externa, além de R$ 1 mil provenientes de uma campanha de arrecadação feita pela Unimed Londrina. Cada avental teve um custo de produção de R$ 10.

Integrante do projeto, Maria José Sartor. Foram entregues 400 aventais para cooperativas de Londrina

A cooperada Katia Cristina Tadele aprovou a utilização dos aventais. Segundo ela , os trabalhadores preferem usar a proteção no expediente para evitar o contato com produtos químicos, utilizados no processo de separação. “Para quem está na esteira também é bastante útil, além de ser bem fácil de limpar”, comentou.

Cooperada Katia Tadele. “Aventais são bastante utilizados por cooperados para separação de materiais na esteira”.

Planos para 2022

Com a entrega da peças, confeccionadas em PVC e poliéster, a equipe do Lonarte finaliza uma das etapas do projeto e já mira na continuidade do projeto em 2022. “Vamos entrar no próximo ano com foco na produção de bolsas ecológicas. A ideia é produzir em três frentes: ecobags mais simples, outras para eventos acadêmicos e outras, ainda, mais sofisticadas”, confirmou Maria José.

Também para o ano que vem, a equipe planeja uma capacitação, a partir da economia solidária, envolvendo as oito costureiras que integram o projeto. Os grupos de costura Marreca, do Distrito de Irerê, e Retraço Novo, de Lerrovile, participam da confecção das peças do Lonarte após a modelagem, feita pela estudante do curso de Design de Moda, Natalia Pereira. O projeto ainda conta com a estudante de Administração, Beatriz Constanzi, sob a coordenação da professora do Departamento de Design, Camila Doubek.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também