Curso de Engenharia Elétrica recebe doação de equipamentos para laboratórios

Curso de Engenharia Elétrica recebe doação de equipamentos para laboratórios

Kits totalizam cerca de R$ 4 mil, sendo que cada um custa em média R$300,00.

Beatriz Botelho

Agência UEL


O Departamento de Engenharia Elétrica, do Centro de Tecnologia e Urbanismo (CTU), recebeu a doação de 16 kits de componentes que serão utilizados por estudantes do curso para os laboratórios remotos de eletrônica, como parte da disciplina de Microcontroladores. Os kits totalizam quase R$ 4 mil, sendo que cada um custa em média R$300,00 e é formado por 20 itens, como resistores, capacitores, semicondutores, timer, jumpers, sensor de pressão, entre outros.

Segundo o professor Francisco Granziera Júnior, do Departamento de Engenharia Elétrica, responsável pela disciplina de Microcontroladores, os alunos executam os laboratórios da disciplina em grupos, com equipamentos já disponibilizados na Universidade. Porém, devido à pandemia, as atividades começaram a ser feitas de forma remota, na residência de cada aluno, que precisava do próprio kit para as atividades. Uma pesquisa foi realizada com os 64 alunos inscritos na disciplina e 25% alegou não ter condições de adquirir materiais para os laboratórios remotos.

Equipamentos serão usados pelos alunos em Laboratórios Remotos de Eletrônica (FOTOS: Divulgação/CTU)

A partir disso, o professor se mobilizou e enviou mensagem para um grupo composto por ex-alunos do curso, que, rapidamente, prontificaram-se a doar. De acordo com Granziera, um deles fez a compra de aparelhos de multímetros digitais, que ficarão para a UEL.

O professor conta que ficou feliz com as doações porque os alunos podem usar as doações mesmo fora da Universidade. “Montamos apenas 16 kits, já que 75% dos alunos irão adquirir por conta própria o que precisarem. A força-tarefa foi para não deixar nenhum aluno sequer desamparado”, afirma Francisco. Segundo ele, a distribuição dos kits já começou. E alguns serão enviados via correio para outros estados, entre eles São Paulo e Santa Catarina, com os devidos termos assinados para que os alunos utilizem, cuidem e devolvam os aparelhos, posteriormente.

Segundo o professor, é essencial dar continuidade aos estudos práticos dos alunos. Confia no áudio.

Laboratórios remotos – Francisco Granziera explica que os laboratórios remotos consistem em experimentos diversos realizados a partir de um roteiro pré-determinado. Cada um tem seu roteiro e utiliza um conjunto diferente de componentes eletrônicos. Ao longo do ano são realizados cerca de 18 laboratórios e os kits montados têm o material suficiente para 10 roteiros ou mais. “Além dos roteiros e dos kits, teremos horários para trabalhar em conjunto pelo Google Meet onde vou tirar dúvidas ao vivo com eles”, conta o professor.

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também