Selo alusivo aos 50 anos de reconhecimento é criado por ex-aluna

Selo alusivo aos 50 anos de reconhecimento é criado por ex-aluna

Concurso para escolha do selo teve nove propostas. A jovem designer, Camila Santos, propôs uma peça moderna e inovadora.

Foi escolhido o selo comemorativo alusivo aos 50 anos de reconhecimento pelo Ministério da Educação da Universidade Estadual de Londrina (7 de outubro de 1971). A peça vai estampar os materiais institucionais da Universidade entre 2021 e 2022. Este é o primeiro passo para as comemorações do cinquentenário, que será marcado por uma série de atividades comemorativas. A proposta escolhida foi criada pela designer Camila Santos, ex-aluna do curso de Design Gráfico, do Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA).

A iniciativa do concurso para escolha do selo foi aberta aos integrantes das comunidades interna e externa. Ao todo, foram recebidas nove propostas, produzidas tanto por grupos quanto individuais. Uma comissão julgadora, formada por cinco integrantes, entre professores, servidores e alunos, avaliou os trabalhos sem identificação da autoria.  

Elementos que preenchem o número 50 remetem ao Campus Universitário e símbolos da UEL.

A comissão julgadora foi composta pelas seguintes representantes: diretora da Gráfica, Camila Doubek Lopes; chefe de gabinete da reitoria, Lisiane Freitas de Freitas; professora do Departamento de Design, Ana Luisa Boavista Lustosa Cavalcante; servidora da Gráfica, Rosane Delattre; e representante estudantil, do curso de Design Gráfico, Gabriela Namie Komatsu Yoshida.

O selo comemorativo será utilizado em todos os materiais impressos e digitais da Instituição, como papeis timbrados, folders, cartazes, e-books, site, entre outros. Segundo a diretora da Gráfica da UEL, o selo escolhido representa a UEL nos seus 50 anos de história e remete ao futuro. “É uma identidade diferente da logo, mas traz novos valores e conceitos. Fala de uma linguagem nova, de novos rumos, de uma Universidade mais moderna. Traz informações de renovação”, afirma.

Selo vencedor representa a modernidade

Nas cores verde e amarelo, a proposta escolhida reúne ícones que fazem referência ao Campus Universitário, dispostos dentro do número 50. Além da logo da UEL, é possível identificar com facilidade a peroba-rosa, o macaco-prego, a réplica da Primeira Igreja Matriz de Londrina, a sinalização dos Centros de Estudos, o Calçadão, a Biblioteca Central e os estudantes.

Segundo Camila Santos, o objetivo foi criar uma proposta que saísse do selo convencional, geralmente representado por números e folhas de louro. “Nos 50 anos não precisa ficar repetindo o que já existe. Fiz algo inovador, para trazer o sentimento de modernidade, por isso tem formas geométricas e ícones criados a partir da geometria, para conversar com o mundo atual”, explica.

A designer criou a tipografia dos 50 anos e aplicou os ícones dentro dos números. As cores, segundo ela, trazem “brasilidade” para o selo, como forma de mostrar o reconhecimento da UEL dentro e fora do país. Como ex-aluna, Camila afirma ser gratificante poder fazer parte desse momento da Universidade. “A UEL me deu muitas oportunidades e faz parte da minha história. É uma parte minha junto com ela. Esse trabalho vai fazer parte do meu portfólio”, conta.

A jovem designer está em Portugal desde o final de 2019, cursando mestrado na Faculdade Belas Artes do Porto, juntamente com a irmã, Clarissa Santos, também formada em Design Gráfico pela UEL. Elas souberam do concurso pela mãe, Ângela Santos, e cada uma delas enviou sua proposta para o selo comemorativo de 50 anos.

Como definido no Edital, a proposta deveria levar em consideração os atributos e valores da Universidade, entidade pública, gratuita, cuja missão é levar desenvolvimento e transformação social, política, econômica e cultural para Londrina e o Paraná, com plena autonomia didático-científica. Os critérios de pontuação utilizados foram originalidade e autenticidade, comunicabilidade e harmonia estética.

Premiação

A entrega do prêmio será no dia 7 de outubro deste ano, durante as comemorações do aniversário de 50 anos de reconhecimento da UEL, com programação ainda a ser definida. A vencedora, Camila Santos, vai receber um kit de papelaria da UEL, além de troféu e certificado.

pss professor uel
especializaçao pos uel
isenção vestibular uel
PSS-UEL
especializacao-uel-2022
isencao-vestibular-uel-2023
previous arrow
next arrow
Leia também