UEL lança 4ª edição do Plano de Contingência e retira uso de máscara em espaço aberto

UEL lança 4ª edição do Plano de Contingência e retira uso de máscara em espaço aberto

Outra mudança é a adoção de novo protocolo de notificação dos servidores suspeitos ou que positivaram.

A 4ª edição do Plano de Contingência da Covid-19: Orientações de Segurança Sanitária, que segue as orientações da Secretaria Estadual de Saúde do Paraná e Secretaria Municipal de Saúde, agora desobriga o uso de máscara em ambientes abertos da Universidade. O equipamento de proteção, contudo, continuará sendo exigido em ambientes fechados (bibliotecas e salas de aula, por exemplo). Essa e outras modificações constam na nova edição do plano, que será lançado pelo Grupo de Trabalho da Covid-19 da UEL.

Segundo a nova edição do plano, o uso de máscaras em locais abertos será facultativo. Para menores de 12 anos, o uso obedecerá a legislação estadual: não será necessário o uso da máscara em ambientes fechados. Segundo o residente técnico em Gestão Pública do Serviço de Bem-Estar à Comunidade (SEBEC) e membro do Grupo de Trabalho da Covid-19, Andrey de Camargo, a máscara continuará sendo obrigatória em ambientes abertos a membros da comunidade universitária que apresentarem algum sintoma da doença.

Uso da máscara fica mantido em ambientes fechados. No Restaurante Universitário o item é obrigatório quando o usuário não estiver se alimentando.

Notificação

Outra mudança que consta no novo plano é a forma de notificação dos servidores suspeitos ou que positivaram para a doença. Até agora, o protocolo da Universidade exigia comunicação com a chefia imediata, para que ela desse andamento ao trâmite de afastamento do servidor junto ao Serviço de Vigilância. Agora, o próprio servidor poderá preencher um formulário, no Portal do Servidor, como já ocorre com estudantes que desejam fazer uma notificação.

“A intenção é dinamizar o atendimento e automatizar as respostas. O servidor receberá todas as orientações por e-mail e será acompanhado pelo Serviço de Vigilância. Ainda orientamos que o servidor entre em contato com a chefia imediata, para que ela tenha ciência do ocorrido”, salientou Camargo.

Legislações Estadual e Municipal

O vice-reitor, Décio Sabbatini Barbosa, chefe do Grupo de Trabalho da Covid-19 da UEL, afirmou que a Universidade seguiu as legislações estadual e municipal no que diz respeito ao uso das máscaras, mas que o equipamento ainda é muito bem-vindo a todos os que quiserem utilizá-lo. “Enquanto instituição e grupo, seguimos o preconizado pela instância superior. Minha opinião pessoal, no entanto, é pelo uso da máscara em todos os ambientes”, posicionou-se.

As orientações do Grupo sobre a Covid-19 permanecem com divulgação por meio do site do GT da Covid-19. Segundo Barbosa, não há mais tantas alterações entre uma e outra edição do plano, o que justifica a publicação de mudanças pontuais na internet sem a necessidade de elaborar outro documento. “A comunidade acadêmica pode acessar o site e encontrará todas as informações atualizadas”, acrescenta.

Confira AQUI a íntegra da 4ª edição do Plano de Contingenciamento. Mais informações na página do Grupo de Trabalho.

banner mestrado
banner-03
previous arrow
next arrow
Leia também