Prograd apresenta Mapeamento Retorno Seguro e demandas para atividades remotas

Prograd apresenta Mapeamento Retorno Seguro e demandas para atividades remotas

Documento traz dados sobre necessidades de estudantes para o desenvolvimento das atividades e demais orientações.

A Pró-reitoria de Graduação (Prograd) da UEL apresentou nesta segunda-feira (17) o Relatório Mapeamento Retorno Seguro que reúne as informações coletadas junto à comunidade universitária entre junho e julho passado, por meio de questionário virtual, para embasar a retomada das atividades, de maneira remota, com segurança e qualidade. O documento apresenta um conjunto de dados relacionados às necessidades de estudantes para o desenvolvimento das atividades, bem como elenca as ações para inclusão social, segurança sanitária e demais orientações.

As atividades da graduação foram retomadas oficialmente em 29 de junho, conforme decisão do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE). Segundo a pró-reitora de Graduação, Marta Favaro, os equipamentos cedidos pela Receita Federal deverão cobrir a demanda inicial da comunidade universitária. De acordo com os dados coletados e que integram o Relatório, a demanda inicial apontou 417 estudantes que necessitam de equipamentos e de outros 1018, que precisariam de internet.

Para suprir esta demanda, a UEL organizou fases para a entrega. Em um primeiro lote deverão ser atendidos 70 estudantes com equipamentos e outros 272 com pacote de dados para Internet. Segundo o relatório, um segundo lote apontou a necessidade de 347 estudantes que necessitam de equipamentos e de outros 746 que precisam de apoio para acesso de qualidade à Internet.

(Divulgação/Prograd)

De acordo com a pró-reitora, estes números podem variar. Ela explicou que a Universidade aguarda a finalização do processo de compra de Chips com pacotes de dados de Internet para  efetivação e posterior distribuição para os estudantes.

Ainda segundo a professora Marta, todo o processo de cessão temporária dos equipamentos conta com a participação dos Colegiados de Curso, que deverão encaminhar as solicitações de cada estudante ao Serviço de Bem-Estar à Comunidade (SEBEC). “Existe um procedimento passo a passo. O Colegiado e o estudante beneficiado precisam preencher os documentos e encaminhar ao Sebec, que estabelecerá contato com o estudante para entrega do equipamento, por meio de comodato”, esclareceu.

Em relação às atividades remotas, a pró-reitora explicou que os Colegiados de Cursos realizaram um planejamento estabelecendo organização especial de matriz curricular, com adequação do ensino remoto emergencial. Todos os planos estão na página da Prograd. “Os relatos dão conta de que existe movimento intenso de adesão de estudantes e professores, uma tentativa de resolver a situação, preservando a qualidade do ensino”, destacou a pró-reitora.

banner mestrado
banner-03
previous arrow
next arrow
Leia também