Congresso incentiva raciocínio clínico em médicos e estudantes de Medicina

Congresso incentiva raciocínio clínico em médicos e estudantes de Medicina

Evento será realizado em julho em formato on-line, com a participação de referências mundiais na área.

Willian C. Fusaro

Agência UEL


Uma das mais antigas técnicas de atendimento e cuidado com o paciente está se perdendo entre os médicos mais jovens. O raciocínio clínico, conjunto de procedimentos que permitem que o médico diagnostique corretamente uma doença e estabeleça conduta adequada ao tratamento do paciente, é o tema do 1º Congresso de Raciocínio Clínico, promovido pelo site Raciocínio Clínico, junto com ligas acadêmicas de Medicina por todo o Brasil. O evento será realizado entre os dias 27, 28 e 29 de julho, de forma online, e tem como tema “O futuro do diagnóstico”.

A prática do raciocínio clínico é milenar, no entanto, não é algo intrínseco à prática médica. É o que explica o presidente do Congresso, o ex-reitor da UEL, médico e professor aposentado Pedro Gordan. “Muitos imaginam que essas técnicas estão na essência do médico, mas não é assim que funciona. Esse conjunto de práticas deve ser exercitado, desde conversar com o paciente, entender a dor dele, até outras práticas”, comenta Gordan.

(Divulgação).

“Hoje em dia, devido ao avanço tecnológico em que tudo é muito rápido e os exames disponíveis são muitos em comparação com décadas atrás, o médico pede muitos exames para encontrar uma doença nos resultados, e deveria ser o contrário: pedir os exames necessários a partir do diagnóstico correto”, explica, sem deixar de considerar que a tecnologia é aliada do médico.

Palestrantes nacionais e internacionais

A coordenação do evento também conta com os professores Leandro Diehl e Fabrizio Almeida Prado, do Departamento de Clínica Médica, do Centro de Ciências da Saúde (CCS). A programação oferece palestras de participantes nacionais e internacionais, referências no raciocínio clínico, como o médico canadense Pat Croskerry; Mark Graber, fundador da Sociedade para Aperfeiçoar o Diagnóstico em Medicina (Society to Improve Diagnosis in Medicine – SIDM); e Silvia Mamede, pesquisadora e médica brasileira radicada na Holanda. O evento ainda traz discussões de casos clínicos e atrações culturais.

Inscrições – As inscrições estão abertas a partir do dia 5 de julho, por meio do site do Congresso – AQUI. Segundo Gordan, os preços do evento são bem acessíveis, tanto para estudantes quanto para médicos. “Como estamos fazendo em parceria com ligas acadêmicas, esperamos atingir até mil estudantes. Também não há limites para inscritos”, comenta. Para estudantes, os lotes vão de R$ 14,90 (1º lote) a R$ 29,90 (3º lote); para médicos e profissionais e profissionais de outras áreas, o custo é de R$ 49,90 (1º lote) e R$ 69,90 (2º lote).

O 1º Congresso de Raciocínio Clínico será transmitido pelo YouTube. Todos os participantes do evento receberão certificado de 15 horas de atividade. O evento tem o apoio da Associação dos Estudantes de Medicina do Brasil (AEMED-BR), da Associação Brasileira de Ligas Acadêmicas de Medicina (ABLAM), do Choosing Wisely Brasil e da Associação Brasileira de Medicina e Diagnóstica (ABRAMED).

Divulgação do vestibular da UEL - 2021
Leia também