Vestibular 2023 da UEL marca retomada do modelo em duas etapas

Vestibular 2023 da UEL marca retomada do modelo em duas etapas

Edição deste ano também será realizada em mais quatro cidades no PR, além de Londrina. Inscrições começam em 25 de agosto.

Depois de ter o seu tradicional processo seletivo para o ingresso ao ensino superior público reformulado em razão da pandemia da Covid-19, a UEL volta a realizar o vestibular em duas etapas. Desta forma, os candidatos às 2.541 vagas ofertadas em 52 cursos de graduação devem se preparar para um processo seletivo mais longo em comparação com as últimas duas edições. Ao mesmo tempo, a edição deste ano será realizada em outros quatro municípios do Paraná: Umuarama, Cascavel, Curitiba e Guarapuava. O objetivo é facilitar a participação dos candidatos no processo.    

Os candidatos que realizarem a inscrição, que começa em 25 de agosto, deverão se programar para responder às 60 questões de conhecimentos gerais (Geografia, História, Filosofia, Artes, Química, Física, Biologia, Sociologia e Matemática) no dia 5 de março.

Conforme o calendário definido pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE), a 2ª fase do Vestibular 2023 vai ser realizada nos dias 2, 3 e 4 de abril, quando serão aplicadas as provas de Língua Portuguesa e Literatura em Língua Portuguesa, Língua Estrangeira e Redação, prova de Conhecimentos Específicos e Prova de Habilidades Específicas, respectivamente. Deverão realizar a Prova de Habilidades Específicas nesta data os candidatos aos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Design Gráfico, Design de Moda e Artes Visuais. Já os candidatos ao curso de Música deverão realizar a Prova de Habilidades Específicas anteriormente, no dia 4 de dezembro de 2022.

Coordenadora da Coordenadoria de Processos Seletivos (Cops), Sandra Regina Garcia lembra que a descentralização teve início em 2020, mas foi suspensa nas edições seguintes devido à pandemia da Covid-19. “Foi uma experiência importante realizar em Curitiba e Cascavel e agora queremos ampliar”, comentou.

O resultado final do processo seletivo vai ser divulgado no dia 2 de maio e o início do ano letivo deverá ocorrer no segundo semestre de 2023. 

Inscrições

Após o fim do período de análise dos pedidos de isenção da taxa do Vestibular 2023, nesta quarta-feira (6), o Serviço de Bem-Estar à Comunidade (Sebec) informou que 1,2 mil candidatos tiveram a isenção aprovada. Ao todo, mais de duas mil pessoas solicitaram a isenção da taxa de inscrição, sendo que cerca de 800 pedidos foram indeferidos. Os solicitantes que tiveram o pedido indeferido podem apresentar recurso no site da Cops. O resultado sai no dia 8 de julho.

Já o prazo de inscrição pela análise socioeconômica do Sebec será de 11 a 15 de julho. Nessa modalidade, o desconto total ou parcial da taxa se baseia na renda per capita da família, a partir da análise dos documentos enviados pelos candidatos. A instrução de serviço define os seguintes valores: com até R$ 1.212,00 de renda per capita, os candidatos conseguem isenção total da taxa. Com renda de até R$ 1.818,00, é possível desconto de 50%. Se a renda for de até R$ 2.424,00, o desconto será de 30%. Após envio e análise dos documentos, o resultado preliminar será divulgado dia 12 de agosto. Os candidatos terão alguns dias para entrar com recursos e, em 22 de agosto, será publicado o resultado final no site da Cops.

Obras literárias

A Cops também já definiu a lista de obras literárias exigidas nos vestibulares 2023 e 2024. Dentre as dez obras que serão cobradas neste ano, apenas três são “velhas” conhecidas dos estudantes e professores. São elas “Histórias Que os Jornais Não Contam” (L&PM), do gaúcho Moacyr Scliar; “Quarto do Despejo” (Ática), da escritora negra pioneira Carolina Maria de Jesus; e “Contos Novos” (domínio público), do romancista a criador do Modernismo, Mário de Andrade.

Confira a lista de obras para os Vestibulares da UEL – 2023 e 2024:

1. Contos novos – Mário de Andrade (domínio público);

2. Quarto de despejo – Carolina Maria de Jesus (Ática);

3. Histórias que os jornais não contam – Moacyr Scliar (L&PM);

4. O rei da vela – Oswald de Andrade (Companhia das Letras);

5. O seminarista – Bernardo Guimarães (domínio público);

6. Niketche – Paulina Chiziane (Companhia das Letras);

7. Torto arado – ltamar Vieira Junior (Todavia);

8. Melhores poemas – Femando Pessoa (Global);

9. Chove sobre minha infância – Miguel Sanches Neto (Record);

10. Cartas chilenas – Tomás Antônio Gonzaga (domínio público).

A lista completa também pode ser acessada no endereço da Cops – Lista de obras para os Vestibulares da UEL – 2023 e 2024.

Portal oculta conteúdo em respeito a lei eleitoral

Em cumprimento à Lei Federal nº 9.504/1997, ao Decreto Estadual nº 10.161/2022 e à Resolução Conjunta CC-SECC nº 01/2022, entre 2 de julho e a divulgação final do resultado das Eleições 2022, a comunicação em todos os órgãos da Administração Direta e Indireta do Governo Estadual, incluindo este Portal, deverá considerar apenas serviços e utilidade pública. Dessa forma, fica vedada qualquer comunicação que faça menção a candidatos e candidaturas, sejam nomes, projetos ou programas.

Em razão disso, matérias anteriores ao dia 2 de julho foram ocultadas d’O Perobal. Após o período eleitoral, todo o conteúdo será restabelecido.

vestibular UEL 2023 inscrição
vestibular UEL 2023 inscrição
Vestibular-2023-uel
Vestibular-2023-uel
previous arrow
next arrow
Leia também